Você conhece a tradição do Bumba meu Boi?

bumba-meu-boi-festa-juninaShelda, Keilane e João Vitor aproveitam as festas juninas para brincar de Bumba meu Boi em Teresina, capital do Piauí. Esta manifestação folclórica é celebrada em diversos estados brasileiros e em cada um é conhecida por um nome diferente, como Boi Bumbá no Amazonas, Boi de Reis no Espírito Santo e Boizinho no Rio Grande do Sul.

A festa em homenagem ao boi remete à importância do animal no Brasil colonial, quando as fazendas de gado eram a fonte de sobrevivência de muitas famílias.

A lenda do Bumba meu Boi

Em todas as localidades, a lenda do Bumba meu Boi conta a história de uma escrava, Catirina, que durante a sua gravidez tem o desejo de comer língua de boi. Seu marido, Chico, mata um animal da fazenda para satisfazer sua vontade. Ao descobrir o gado morto, o fazendeiro recorre a diversos doutores e curandeiros para conseguir salvá-lo e manda descobrir quem é o responsável pelo crime. Chico é preso e julgado. Ao final da história o boi ressuscita e todos festejam o milagre.

Em homenagem ao Dia Nacional do Bumba Meu Boi, comemorado no dia 30 de junho, a TV Antares do Piauí produziu um vídeo mostrando um pouco da festa. Ao entrevistar três jovens de Teresina é possível perceber o encanto que o folclore desperta.

O pequeno João Vitor confessa que inicialmente ele tinha medo do boi, mas atualmente adora dançar com o animal. Já a menina Keilane conta que a tradição do Bumba meu Boi vem de família. Seu avô tinha uma escola de “boi” e foi ele quem ensinou a neta a brincar. E para a jovem Shelda, o mais emocionante da festa é a sua música, com a melodia de pandeiros, tambores e maracas.

Veja o depoimento destas crianças do Piauí e conheça as maravilhas da folclore brasileiro: