Vasco vence o Vila Nova de virada e fica perto da Série A

torcida-do-VascoO Vasco conquistou uma vitória importante rumo a Série A de 2015. Jogando em casa, os cruzmaltinos venceram de virada o Vila Nova por 3 a 1. Com o resultado, o Vasco precisará só de um empate nos últimos dois jogos para conseguir o acesso. Já o Vila Nova, rebaixado matematicamente, amargou sua 25ª derrota no campeonato e continua na 19ª posição com 29 pontos.

Com o apoio da torcida, o Vasco começou o jogo errando bastante. Somente aos 16 minutos os cruzmaltinos criaram sua primeira chance de gol. Maxi Rodriguez cruzou na área e Rafael Silva cabeceou muito perto do gol.

O Tigre arriscava os contra-ataques e aos 18 minutos conseguiu abrir o placar em São Januário. Após escanteio cobrado na área vascaína, Dimba cabeceou e o zagueiro Rodrigo, ao tentar afastar, chutou em cima do vilanovense rebatendo para redes, 1 a 0 para o Vila Nova.

O Vasco tentou uma resposta rápida. Aos 20 minutos, o lateral Carlos César recebeu na direita e cruzou rasteiro na área, mas ninguém apareceu para empurrar para o gol. O lance comprovava as falhas de finalizações do time carioca.

Mas o cruzmaltino lutava em campo e aos 38 minutos conseguiu o primeiro gol. Guiñazu roubou a bola da defesa e passou para Carlos César que na entrada da área chutou para empatar, 1 a 1.

No intervalo, Joel Santana mudou o ataque tirando Rafael Silva e colocando Thalles em busca da vitória. Aos 2 minutos do segundo tempo, uma nova chance para os cariocas. O volante Fabrício recebeu na entrada da área mas chutou por cima da trave.

E não demorou muito e o Vasco conseguiu virar o jogo. Aos 10 minutos, em cobrança de falta, Maxi Rodriguez cruzou na área e o meia Douglas de peixinho garantiu a virada, 2 a 1. Foi o 10º gol do meia que é o artilheiro do clube na Série B.

Aos 18 minutos, quase o cruzmaltino ampliou. Thalles recebeu na área, se livrou da marcação e chutou na saída de Cléber Alves, o goleiro goiano salvou com o pé a bola que morreria na rede.

O Vasco passou a segurar o resultado que o deixava bem perto da Série A, enquanto o Vila não criava muito perigo no ataque.

Mas para fechar o placar, aos 44 minutos, o time carioca ampliou. Thalles tentou driblar o marcador e a bola sobrou para Jhon Cley, que arriscou um chute forte e selou a vitória Vascaína.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o Icasa no Maranã no sábado (22). Já o Vila Nova recebe o ABC no Serra Dourada na sexta (21).

Vasco da Gama 2 x 1 Vila Nova
36ª rodada da Série B

Data: 18 de outubro de 2014
Estádio: São Januário, no Rio de Janeiro (RJ)
Árbitro: Antonio Denival de Morais (PR)
Auxiliares: Bruno Boschilia (PR) e Luciano Roggenbaum (PR)
Gols: Dimba (VIL), Carlos César (VAS), Douglas (VAS)

Vasco: Martin Silva, Carlos César, Luan, Rodrigo e Lorran; Guiñazu, Fabrício e Douglas (Jhon Cley); Maxi Rodriguez, Rafael Silva (Thalles) e Kleber (Edmílson). Técnico: Joel Santana

Vila Nova: Cléber Alves; Wanderson, Gustavo, Gabriel e Christiano; Leonardo, Radamés, Léo Rodrigues (Felipe Macena), Nenê Bonilha (Lucas Sotero) e Paulinho (Gustavinho); Dimba. Técnico: Wladimir Araújo