Urubus, águias e beija-flores: secretária de Educação, esposo x imprensa

Entrelinhas-banner-central1O mundo perceberá que reerguer suas fábricas terá custo proibitivo. Perceberá que tornou-se refém do dragão que ele mesmo alimentou. Dragão que aumentará ainda mais os preços, pois quem manda é ele, que tem fábricas, estoques e empregos. Uma inversão de jogo que terá o impacto de uma Bomba Atômica Chinesa.
Diante da realidade exposta nesse artigo, os executivos ocidentais tristemente olharão para os esqueletos de suas antigas fábricas, para os técnicos aposentados jogando bocha na esquina e para as sucatas de seus parques fabris desmontados. E lembrarão com saudades do tempo em que ganhavam dinheiro comprando baratinho dos chineses e vendendo caro a seus conterrâneos. E então, entristecidos, abrirão suas marmitas e almoçarão suas marcas.
(*) PAULO França – Publisher da Agência Internacional de Notícias SOECONOMIA (MTB 6194) e Economista pela Universidade de São Paulo (CORECON 4895-1), com Cursos em Ciências Políticas (UNB) e Administração de Empresas (USP) no Mestrado Stricto-Sensu. Membro da Associação Brasileira de Captadores de Recursos (ABCR-813). Professor de Administração de Empresas em Escola Técnica Estadual. Consultor em Captação de Recursos, Atração de Patrocinadores e Assuntos Governamentais. Palestrante em diversos estados do Brasil ministrando cursos sobre captação de recursos, atração de investimentos e obtenção de patrocínios para os setores público e de construção civil, terceiro setor e setores financeiro, em mineração, bens de capital, celulose, tecnologia, hotelaria, automotivo, entre outros. Foi articulista econômico, concedeu entrevistas e fez comentários em Jornais (Valor Econômico, Boletim de Notícias de Goiás e do Distrito Federal, Diário do Comércio, Diário Comércio & Indústria, Diário do Nordeste, Gazeta Mercantil, Tribuna do Brasil, Jornal do Tocantins, entre outros), tendo também experiências em Revistas (Frade, Poder e Digital Diamond Magazine), Rádios (USP FM, UNESP FM, Globo de Fortaleza, Nacional de Brasília, Cacique Internacional e PAX), TVs (Rede Globo do Paraná, Bandeirantes do DF, TV Educativa do Paraná, Rede Gênesis, TV Brasília, PayTV, Rede Mundial da LBV, TV Aparecida, Record Internacional, TV União Planetária (NET e Mais TV), TV Educativa do Tocantins, TV Educativa de Fortaleza e Programa Projeto Brasil) e Internet (IG, Ibest, BrTurbo e Brazilia Today). Autor do Livro Captação de Recursos para Projetos e Empreendimentos com 3.000 exemplares editados e disponível nas Livrarias da Editora Senac, Cultura, FNAC, MegaSaraiva, Submarino, entre outras. Obra considerada Nota 10 pela Universidade Mackenzie e adotada pela Universidade de Barcelona (Espanha).