Unidade do Projeto RENIVA será implantada em dezembro, em Alcobaça

Unidade-do-Projeto-RENIVAA Secretaria Municipal de Agricultura de Alcobaça (SEMAGRI) acertou uma parceria com a Embrapa e EBDA para a implantação de uma unidade do Projeto RENIVA no município.

Esse projeto consiste na implantação de uma rede de multiplicação de manivas-semente de mandioca com qualidade genética e fitossanitária que permite o aumento da produção em cerca de 20%.

Na prática é feita a coletagem das amostras que vão para laboratório para fazer indexação. Confirmando que não há presença da virose, a muda volta para o viveiro de onde é liberada para o campo. Uma alternativa viável para produtores com baixa produtividade das variedades locais da raiz, permitindo um sistema de produção mais organizado e estruturado.

Para isso, nos próximos dias 10 e 11 de dezembro, pesquisadores do Centro Nacional de Pesquisa de Mandioca e Fruticultura Tropical de Cruz das Almas terão um primeiro encontro com produtores de Alcobaça e região.

Elton Fleck da Silveira falará sobre Rede de multiplicação de material propagativo de mandioca; José Raimundo Ferreira Filho, sobre o Cultivo da Mandioca, manejo e principais práticas e Joselito da Silva Motta, Mandioca para a alimentação humana.

No mesmo dia será apresentado o PROJETO URUCUM com a presença do pesquisador Camilo Flamarion, maior pesquisador conceituado do Brasil no assunto.

O projeto consiste na cultura do urucum como alternativa agrícola para agricultura familiar.

A unidade do Projeto RENIVA será implantada no distrito de São José e irá atender, além dos produtores de Alcobaça, produtores de Prado, Caravelas e Teixeira de Freitas.

O local e o horário do encontro serão definidos nos próximos dias.

Por ASCOM