UMMI: Teixeira pode ter tido uma morte por H1N1

O objetivo dessa matéria não é instaurar o medo na população, mas, suscitar nos órgãos competentes do município de Teixeira de Freitas esclarecimentos sobre denúncias envolvendo uma morte suspeita de ter sido provocada por H1N1 na Unidade Municipal Materno-Infantil (UMMI).

O Pauta Diária recebeu denúncias na tarde desta quinta-feira, 14 de abril, informando que um menino, idade não informada, teria falecido na UMMI ontem com suspeita da gripe suína. Essa criança não teria ficado em uma área de isolamento e os profissionais que a trataram sequer teriam usado todos os equipamentos e/ou tido todos os cuidados/cautelas exigidos em casos de lidar com uma doença tão grave. Possivelmente, não se saberá se o garoto foi vitima de gripe suína, pois não houve realização de exames confirmatórios nem antes ou pós-morte.

As denúncias dizem ainda que uma irmã do garoto estaria internada na unidade com os mesmo sintomas que levaram seu irmão a óbito. E, também, que haveria outro caso suspeito, mas, este, estaria em uma área de isolamento da UMMI. Estes dois casos foram citados no grupo Teixeira Vendas, no Facebook, no que o Pauta Diária levantou o questionamento e, então, recebeu tais denúncias de pessoas que não quiseram se identificar, mas, estão preocupadas com a situação, sobretudo, dos profissionais que atuam na UMMI, porque, ainda conforme denúncias, sabe-se que há muitos não vacinados ainda contra o vírus H1N1 e muitas queixas a terceiros feitas sobre a ausência de equipamentos básicos e imprescindíveis, como as mascaras respiratórias, cuja quantidade é limitada tendo em vista que estamos no outono, uma estação propicia para doenças transmissíveis por vias respiratórias.

Cabe citar que na rede social Facebook também foi passada a informação de que no Hospital Municipal teria uma pessoa com suspeita da gripe suína.

Nota-se uma total negligência da coordenação da unidade que, em um momento em que o país inteiro está em alerta, posto que em São Paulo já passam de 70 mortes relacionadas ao vírus, 48 já tem confirmação, e 536 casos suspeitos. Além disso, a influenza A, como também é conhecida, atingiu  11 Estados mais Distrito Federal. A preocupação do Ministério da Saúde é evidenciada com o fato de a campanha ter sido adiantada em todos os municípios em que os lotes com as vacinas chegaram – o Dia D é 30, inicialmente, divulgou-se que seria de 30/4 a 20/5. Agora, em Teixeira, por exemplo, segunda (19/4) a vacina contra o H1N1 estará disponível para os grupos de risco: crianças de 6 meses a 5 anos, idosos acima de 60 anos, gestantes e portadores de doenças crônicas, como bronquite e asma. Pessoas que atuam na área da saúde e detentos também devem receber a vacina.

A gripe causada por uma mutação do vírus da gripe tem este nome por ter se manifestado primeiro em porcos. Embora alguns de seus sintomas se assemelhem a de uma gripe comum, a gripe suína traz complicações que podem levar à morte. Dentre seus sintomas estão: Febre alta, tosse, dor de cabeça, dores musculares, falta de ar, espirros, dor na garganta, fraqueza, coriza, congestão nasal, náuseas e vômitos, diarreia.

Medidas como evitar aglomeração de pessoas, ambientes fechados e ter cautela ao lidar com pessoas com sintomas citados acima, além de manter sempre os hábitos de higiene, como lavar sempre as mãos antes de leva-la aos olhos, boca, nariz etc., ajudam a evitar o contágio.

Nossa Redação pede que mantenham a calma e quem se enquadrar nos grupos de risco vacine-se. A vacina também é encontrada na rede particular, com custos. E, sempre, tome os cuidados necessários para evitar o contágio. Após aparecimento dos sintomas, para bom resultado, o tratamento deve começar em 48 horas, então, em caso de suspeita, vá imediatamente ao médico.

A Secretaria de Saúde, segundo as denúncias, está a par da situação, mas, até mesmo dentro da UMMI, os casos são maculados e há uma tentativa de manter os funcionários alheios a eles, bem como a sociedade.

Nota: estamos abertos para receber e publicar o parecer da Secretaria de Saúde sobre as denúncias, na pessoa do competente secretário Eujácio Dantas.

Por Pauta Diária

[the_ad id=”25787″]