UFSC forma a primeira turma de Licenciatura Intercultural Indígena

primeira-formatura-licenciatura-indigenaA Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) formou a sua primeira turma de Licenciatura Intercultural Indígena do Sul da Mata Atlântica (LII), fomada exclusivamente por alunos indígenas. O curso, iniciado em fevereiro de 2011, teve a primeira turma formada por estudantes das etnias guarani, kaingang e laklãnõ/xokleng, provenientes dos estados de Mato Grosso do Sul, Espírito Santo, Rio de Janeiro, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. A formação tem como fundamento a questão territorial: seu eixo norteador é “Territórios Indígenas: A questão fundiária e ambiental no Bioma Mata Atlântica”.

Entre os formandos, havia diversas histórias para contar.Durante a cerimônia, os discursos ressaltavam a importância das tradições culturais e da demarcação de território indígena. “Não importa o povo ou etnia a que pertencemos, somos todos irmão, filhos dessa terra”, lembravam.

O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Flávio Chiarelli, também compareceu à cerimônia. Para o formando kaingang Armandio Bento, essa é uma oportunidade de aprimorar as escolas indígenas de sua cidade. “Nossas principais atividades lá são de artesanato e a agricultura, e queremos continuar com essas coisas, mas também levar mais saúde e valorizar cada vez mais o estudo”, destaca.

O guarani Adelino Gonçalves conta que quase desistiu da faculdade, mas o cuidado com sua família e seu povo o impulsionou a completar o curso. “Tenho que espalhar esse conhecimento, temos que mostrar coisas que aprendemos e valorizar o que ensinamos”, afirma.