Traficantes que agiam em Abrantes são presos

O traficante Raimundo Nonato Gomes Neto, o “Novato”, de 23 anos, coautor do assassinato de um usuário de drogas, conhecido como “Soares”, em Vila de Abrantes, foi preso em sua residência, na localidade Fonte do Buraquinho, em companhia de sua mulher, Elielma Oliveira Marques, a “Pitica”, de 24 anos. Suspeito de mais homicídios em Camaçari e em outras cidades do interior baiano, “Novato” escondia dinheiro, maconha, cocaína e crack no imóvel, sendo conduzido para a 26ª Delegacia Territorial (DT), na sexta-feira (12), juntamente com Elielma.

Na mesma localidade, a equipe da 26ª DT prendeu Vitor Rogério da Cruz Santos, o “Guaiamum”, de 26 anos, comparsa de “Novato” e de “Pitica”, também flagrado com drogas, dentro de casa. Os três integram a quadrilha liderada pelo traficante apelidado de “Queixo”, que é procurado pela polícia. A delegada Maria Danielle Sousa Monteiro, titular da 26ª DT/Abrantes, os autuou em flagrante por tráfico de drogas e associação  para o tráfico.

Responsável pela arrecadação do dinheiro do tráfico, Elielma é irmã do também traficante Eliel Oliveira Marques, o “Léo ou Fumaça”, considerado um dos criminosos mais violentos da quadrilha de “Queixo”.  Segundo a delegada Maria Danielle, ele é um dos autores e mentor do assassinato de José da Conceição Nascimento, o “Soares”, ocorrido em 02 de maio deste ano, e vem sendo procurado. Raimundo e Vitor estão custodiados na 26ª DT/Abrantes. Elielma segue à disposição da Justiça, na carceragem da DERCCA, em Salvador.

Tortura

“Soares” foi torturado e morto, a golpes de pá, chutes, socos, pauladas e vários tiros, em plena luz do dia, na Fonte do Buraquinho, onde os criminosos também enterraram o corpo, em um areal. Dois adolescentes de 17 e 15 anos de idade, que participaram do crime, foram apreendidos pela equipe da 26ª DT, no início de junho.Os  garotos homicidas cumprem medidas sócio-educativas na Comunidade de Atendimento Socioeducativo (CASE).

Ascom/PC