Trabalhador rural morto a golpes de pau e pedra

Trabalhador rurarlUm assassinato brutal, o segundo registrado neste domingo (1º) no Alecrim II, deixou os moradores da zona norte de Eunápolis assustados. O trabalhador rural José Silvério da Cruz, de 51 anos, foi perseguido por mais de 50 metros, no começo da noite e morto a paulada e pedrada.

De acordo com populares, a vítima não resistiu aos golpes de pau e caiu em uma calçada na Avenida Viana Gomes, a principal do bairro. Mesmo vendo que José Silvério já estava desacordado, o criminoso se aproximou e jogou uma pedra de mais de dois quilos em sua cabeça. O homem morreu na hora.

No trajeto entre o local onde começou a agressão até onde o trabalhador rural caiu a Polícia Militar encontrou uma madeira e uma pedra sujas de sangue, além de uma sandália da vítima. Um familiar esteve na cena do crime e declarou para a polícia que José Silvério era usuário de crack e que pode ter sido morto por causa de uma dívida com traficantes.

O lavrador morava em um assentamento na região do Projeto Maravilha, zona rural do município de Eunápolis e costumava vir ao Alecrim II nos fins de semana visitar os familiares. No fim da manhã deste domingo (1º) o adolescente Jeferson Costa Teixeira Sena, de 16 anos, já tinha sido morto a tiros no mesmo bairro por dois marginais que estavam de bicicleta. A polícia ainda não conseguiu prender os suspeitos dos homicídios. Fonte: Radar64