Tag: Maiane

Mulher – flor É igual a Mulher-amor Mulher-cristã É igual a Mulher-sã Mulher-saudade É igual Mulher-  ansiedade Mulher – espera É igual Mulher – primavera Mulher- felicidade É igual Mulher- realidade Hoje fico sem rima, Pois, ó Mulher A contradição te determina És ao mesmo tempo “dor e alegria” “doença e  cura” “desejo e  tibieza” A lágrima amarga e O sorriso do fundo d’alma, A oposição perfeita Do branco ao preto, Pintada com a melhor das tonalidades, Para abrir as portas à humanidade. Formada em Letras Vernáculas...
Uma triste canção Embala a inconstante fragilidade Do meu coração A coincidência De dois olhares Na cadência de Único amor São folhas de outono Que se desfolharam Carregando consigo Os meus sonhos De algum dia Me transmutar Em um ser que Que pode... Quem sabe voar? Ou ainda se apaixonar? Minhas forças minaram Meus suspiros agora forçados... Vejo o rosto da morte Com a alegria pueril das crianças mortas... Sinto-me protegida, Pelo seu ardor, horror, Amor... Um medo assim... Parece instalar-se em mim, O que temo Não...