Tag: Maiane Tigre

Só. Eu sem você. Escrito no Pó Do Vaivém Meu Estrela, lua e sol. Professor só Escreves O Alter, o outro No Outrar-se... Encontras o Eu (I)Limites na pena Professor Poeta Escritor Revelas sentidos Escondidos, velados A máquina tece A pena escreve A vida muito mais bonita. Lidas com tuas mãos. Formada em Letras Vernáculas pela Uneb/campus X Pós-graduada em Ensino de Língua Portuguesa e Literatura/ Uniasselvi Pós-graduada em Educação de Jovens e Adultos (Eja) / Uneb
Vai embora, Dilma! Vai embora, Dilma, FORA! Afora, se inocente Prove a faxina Do seu povo De sua gente! FORA, Dilma Tira a faixa do Brasil O povo é forte CORRUPÇÃO NÃO Tá na cara O BRASIL não é seu Não! O Brasil é do povo Desta Nação Por céu, terra e mar A canção se universaliza: FORA DILMA, Que fora no Brasil! O povo sabe se reerguer Dilma VAI EMBORA DILMA FORA, Porque se não for você Serei eu... O preço da...
Michael Apple é um teórico renomado na área de currículo, cujos trabalhos se encontram contextualizados em sua trajetória de engajamento nas lutas e conflitos políticos e sociais de sua época, razão pela qual muitos o alcunham de neo-marxista. Nascido aos 20 de Agosto de 1940 em Paterson, New Jersey,    Apple é proveniente de uma família de pobres operários emigrantes, oriunda...
Mulher e homem estão imbricados na relação de dominação masculina, sob formatos rigidamente ditados pela ordem do macho. Estamos por assim dizer, que como a palavra foi dada ao homem, inegavelmente, a história, os esquemas de pensamento, a organização social são produtos da dominação masculina.    O sujeito masculino emerge da cosmovisão falocêntrica e de um androcentrismo surreal gestado na...
  Ser mulher na literatura é   ser   dado a “frivolidades, superstições”, sublinha Simone de Beauvoir, ser sob o véu do enigma, com impulsos sexuais sublimados, para psicanalistas como Jung e Freud, ser reprodutor, compreendida através da metáfora mulher – terra, como “território impenetrável, terra desconhecida”, tal qual na realidade. (MARY DEL PRIORE, 1993, p. 333). Ser mulher negra é compartilhar...