Sociedade se reúne para discutir segurança pública em Teixeira

Uma audiência pública para discutir os rumos da segurança pública em Teixeira de Freitas e fortalecer a emenda que deve evitar que o 13º BPM se transforme em Companhia Independente, trouxe à cidade na tarde desta quinta-feira (07\08), o Coronel Antônio José Barbosa Reis, comandante do CPR- Comando Regional de Policiamento do sul, sudoeste e extremo sul da Bahia, e também o deputado estadual Yulo Oiticica Pereira (PT), vice-presidente da Assembleia Legislativa da Bahia, membro titular da Comissão de Direitos Humanos da Casa e um dos autores da emenda que requer a manutenção do 13º BPM, em Teixeira.

cprd2A audiência pública reuniu ainda o juiz Roney Moreira, titular da 2ª Vara Cível e diretor da comarca de Teixeira de Freitas; tenente-coronel Paulo Silveira,  comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas; tenente-coronel Osíris Cardoso, diretor geral do Conjunto Penal; tenente-coronel Bartolomeu Calheiros, secretário Municipal de Segurança Pública com Cidadania; delegado Kleber Gonçalves, titular da Polícia Judiciária de Teixeira de Freitas e coordenar regional em exercício da Polícia Civil no extremo sul; e o prefeito João Bosco Bittencourt (PT).

Ainda participaram do debate o major Anacleto França, comandante da Companhia de Ações Especiais da Mata Atlântica – CAEMA; 1º tenente Ademir Barbosa, comandante do 4º Pelotão da Polícia Rodoviária Estadual Militar; subtenente Raimundo Oliveira, comandante do 6º SubGrupamento do Corpo de Bombeiros; o inspetor Érico Vieira, comandante da Guarda Municipal de Teixeira de Freitas, secretários municipais, vereadores, representantes de entidades constituídas, comerciantes, empresários e membros da sociedade em geral.

A discussão foi em torno do Um Projeto de Lei do Governo da Bahia enviado à Assembleia Legislativa do Estado, no último dia 1º de julho, que tem como finalidade reorganizar as unidades da Polícia Militar da Bahia e prevê acabar com o 13º Batalhão da Polícia Militar da cidade de Teixeira de Freitas e transformá-lo em Companhia Independente. Mas o comandante do CPR Sul, coronel Reis, tranquilizou os presentes dizendo que a reorganização ou a mudança de status não influencia no número de policiais, dizendo que o tamanho do efetivo é conforme o número de habitantes e a necessidade da população.

[metaslider id=10003]

O Projeto de Lei nº 20.884/2014 que reorganiza a Polícia Militar da Bahia, traz alguns benefícios para a região, como é o caso da cidade de Alcobaça que ganhará a 89ª Companhia Independente da Polícia Militar, com atuação nos municípios de Alcobaça e Caravelas. E o distrito de Itabatã, ganhará a 90ª Companhia Independente da Polícia Militar, com atuação nos municípios de Mucuri e Nova Viçosa. E Teixeira de Freitas perderia o seu 13º Batalhão da Polícia Militar e passaria a ter uma Companhia Independente de Polícia Militar, que seria a 88ª CIPM. Com essa mudança, os municípios de Alcobaça e Caravelas, e Mucuri e Nova Viçosa ganhariam independência militar e avançariam no quesito polícia ostensiva.

Já Teixeira de Freitas que é uma cidade que ocupa a 7ª posição de maior população do interior do Estado, com 63 bairros, situada numa região de tríplice fronteira de Estados e destaque no índice de violência na Bahia, sofreria prejuízo. Teixeira de Freitas deixaria de ser comandado por um tenente-coronel e passaria a ser comando de major. Contudo, salientou o tenente-coronel Bartolomeu Calheiros, secretário Municipal de Segurança Pública, o projeto prevê a criação de duas CIPMs para a cidade de Barreiras, a 83ª e a 84ª CIPMs, cidade que é menor do que Teixeira de Freitas, na 8ª posição de maior cidade do interior do Estado. E Vitória da Conquista passaria a ter três companhias independentes, porque mais uma seria criada, a 93ª CIPM.

A boa notícia foi dada pelo tenente-coronel Paulo Silveira, comandante do 13º Batalhão da Polícia Militar e pelo Coronel Antônio José Barbosa Reis, comandante do CPR Sul, sobre a possibilidade de Teixeira de Freitas, vir a ganhar com este projeto do Governo da Bahia, um Batalhão Escola para formar novos policiais e qualificar profissionais do quadro, tanto praças, quanto oficiais.

O prefeito João Bosco trouxe outra notícia boa, dizendo que o governador Jaques Wagner autorizou nesta quinta-feira (07), a vinda de mais 20 policiais bombeiros para o 6º SGBM de Teixeira de Freitas que irão trabalhar na operacionalidade do aeroporto da cidade que passará a operar com voos regulares a partir do próximo dia 29 de setembro. E ainda disse que vai continuar lutando para manter o status do 13º BPM na cidade e vai continuar também brigando pela conquista da instalação de um CPR – Comando de Policiamento Regional, com sede em Teixeira de Freitas, que é comando de um coronel, visando um melhor atendimento a demanda dos 21 municípios da região extremo sul. (Por Athylla Borborema)