Servidores públicos de Guaratinga param por falta de pagamento

cervidoresNo momento em que o prefeito Kenoel Viana Cerqueira (PV) retornava ao cargo, através de uma liminar concedida pelo Tribunal de Justiça da Bahia (TJ-BA), o Sindicato dos Servidores Públicos de Guaratinga (SISPUG), decidia em assembleia, que foi realizada na manhã desta segunda-feira (14), por paralisar todas as atividades dos setores da administração pública municipal, exceto a educação, que voltou a trabalhar após ficar paralisada por quatro dias.

Por falta de pagamento salarial, os servidores municipais paralisaram pelo período de 24 horas, como forma de advertência, até que todos os vencimentos dos servidores municipais, referentes ao mês de Junho deste ano, sejam pagos pela prefeitura de Guaratinga. Apenas o setor da saúde está atuando com 30% da capacidade dos seus servidores.

De acordo com as informações do presidente do SISPUG, Jorge Silva Araújo, se o pagamento dos servidores não for quitado dentro das 24 horas, a paralisação continuará. O presidente informou ainda, que o prefeito Kenoel Viana não entrou em contato com o sindicato para resolver a situação. (Com informações de Estevão Silva)