Senado aprova pensão vitalícia para atleta Laís Souza

Lais-SouzaA atleta Laís Souza, que ficou tetraplégica ao treinar para representar o Brasil no esqui aéreo nos últimos Jogos Olímpicos de Inverno, na Rússia, vai receber uma pensão vitalícia do governo brasileiro. Um projeto de lei aprovado hoje (17) no plenário do Senado estabelece que ela deverá receber R$ 4.390,24, valor equivalente ao teto da Previdência Social.

O projeto foi proposto pela deputada Mara Gabrilli (PSDB-SP), conhecida por atuar em pautas relacionadas aos direitos de pessoas com deficiência. Ela justificou a concessão da pensão com base no fato de que Laís representava o Brasil no momento em que se acidentou e precisa dos recursos como forma de subsistência a partir de agora.

Apesar de ter se machucado quando treinava para as competições de esqui aéreo na Rússia, Laís também já fez parte da equipe olímpica de ginástica e defendeu o Brasil em diversas competições internacionais. Ela quebrou a terceira vértebra cervical e está sem os movimentos e controle de órgãos do pescoço para baixo.

O projeto recebeu parecer favorável nas comissões de Educação, Cultura e Esporte, e de Assuntos Sociais do Senado e foi aprovado sem alterações em relação ao texto enviado pela Câmara dos Deputados. O projeto de lei vai para sanção da presidenta Dilma Rousseff.