Se deixar Dortmund, Klopp diz que só iria à Inglaterra

Juergen-Klopp écnico do Borussia Dortmund desde 2008, quando fez uma equipe sem tantas ambições em um clube com vitórias importantes e títulos, Juergen Klopp já definiu para onde irá no dia em que deixar o comando do time da Alemanha: para o futebol daInglaterra. Para ele, com 47 anos de idade, esse é o passo mais lógico para a sua carreira.

“Se alguém me ligar, então nós vamos conversar. Penso que é (Inglaterra) o único país onde penso que deveria trabalhar porque é perto da Alemanha e é o único país onde sei a língua um pouco. E preciso dela para poder trabalhar”, disse Klopp em entrevista para o canal de TV inglês BT Sport.

O treinador não vê problema algum em deixar a Alemanha para morar em outro país. “Quando cheguei aqui (em Dortmund), pensei: ‘OK, agora vou trabalhar normalmente por dois, três anos (já está há seis). Mas estou realmente interessado na vida. Não é importante para mim ficar muito tempo no mesmo lugar”, afirmou, deixando uma pontinha de dúvida se continuará no Borussia Dortmund.

Em 2008, Juergen Klopp pegou a equipe depois de um decepcionante 13.º lugar na temporada anterior. Com tempo para trabalhar, o treinador fez com que o Borussia passasse a ser mais competitivo e o auge chegou com os dois títulos seguidos do Campeonato Alemão – em 2011 e 2012 – desbancando o Bayern de Munique. No ano seguinte veio ainda o vice na Liga dos Campeões da Europa – derrota justamente para a equipe de Munique.

Nesta semana, pela competição europeia, o Borussia Dortmund viaja para a Inglaterra para enfrentar o Arsenal, no Emirates Stadium, em Londres, pela quinta rodada da fase de grupos. Com 100% de aproveitamento no Grupo D, o time já está classificado às oitavas de final.