Professores de Guaratinga param por falta de salário

A APLB Sindicato, núcleo Garça Branca, de Guaratinga, divulgou nota, no sábado (10), informando à população que não haverá aula na rede publica municipal nesta segunda-feira (12). O motivo é a falta de pagamento de mais de uma dezena de professores.
O coordenador do Sindicato, Gilson Pereira, esclareceu que a categoria obedece à decisão, em assembleia, de aguardar até o quinto dia útil de cada mês para que todos os proventos salariais dos servidores da educação sejam depositados. Como isso não aconteceu, os profissionais seguirão a determinação de paralisar as atividades educacionais no município.

Assembleia do sindicato dos professores do município de Guaratinga
Assembleia do sindicato dos professores do município de Guaratinga

Para alguns professores que não receberam os proventos corretamente, a atitude da administração municipal é mais uma forma de retaliação contra os profissionais, principalmente aos educadores de mudança de nível de 20 para 40 horas, que mais uma vez tiveram seus direitos desrespeitados pelo prefeito Kenoel Viana.
Outros acreditam na má gestão educacional, que vem a cada mês deixando os trabalhadores na incerteza de receber os salários corretamente.
A suspensão de aulas no inicio de cada mês já esta se tornando rotina no município de Guaratinga, prejudicando milhares de alunos em todo município. Fonte: Radar 64