Preso homem que matou artesão durante briga

O desempregado Ednaldo dos Santos Júnior, o “Pato”, de 32 anos, foi preso, na sexta-feira (19), por uma equipe de investigadores da 3ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin), em Santo Amaro, poucas horas depois de assassinar a pedradas o artesão Tonivaldo dos Santos Lima, o “Gordo”, 32, durante uma briga. Segundo testemunhas, “Pato” e “Gordo” consumiam bebida alcoólica, na casa de uma amiga, no bairro Nova Santo Amaro, quando iniciaram uma discussão e entraram em luta corporal.

Na briga, “Pato” ficou ferido na cabeça e barriga, sendo preso quando deixava o Hospital Otávio Pedreira, no Centro de Santo Amaro, onde buscou socorro médico. Ele usou dois paralelepípedos, já encaminhados para exames periciais, para atingir “Gordo” na cabeça. Tonivaldo foi socorrido ao Hospital Nossa Senhora da Natividade, mas não resistiu.

Interrogado na DT/Santo Amaro, pelo delegado titular José Antônio Costa, Ednaldo disse ter cometido o crime porque era provocado e insultado por “Gordo”, sempre que se encontravam.  Autuado em flagrante por homicídio ele segue custodiado na carceragem daquela unidade policial, à disposição da Justiça.

Ascom/PC