População pede justiça e paz em Teixeira de Freitas

Com camisas e balões brancos, cartazes e faixas com palavras de ordem, parte da população de Teixeira de Freitas ganhou as ruas da cidade no final da tarde desta terça-feira, 26 de julho, em uma caminhada com pedidos de paz e justiça.

O movimento iniciado em frente a Igreja Batista Central passa pelas principais ruas da cidade com destino ao Fórum Municipal e pede penas mais rígidas para os menores de 14 e 16 anos, autores da morte do garoto, Felipe Gomes Lisboa de 8 anos.

O crime aconteceu no final da tarde da última sexta-feira, 22 de julho, uma estrada vicinal que dá acesso ao distrito de Volta Miúda. Os assassinos foram detidos no dia seguinte e confessaram ter praticado o crime durante o roubo de uma motocicleta que seria vendida por R$ 600,00 em Posto da Mata. Além de Felipe, os criminosos também espancaram a pauladas, Valdeixo Lisboa dos Santos, pai do garoto.

O presidente da Comissão de Segurança do bairro Bela Vista, Cebanias Lima, explica que o objetivo da caminhada é pedir também às autoridades, mais eficácia nas ações de combate ao crime e ao mesmo tempo, fazer um apelo ao governo do Estado para aumentar o efetivo policial, Militar e Civil em Teixeira de Freitas.

Além do Policiamento, a população também reivindica mais agilidades nos julgamentos e processos criminais, mais escolas em tempo integral, “defendemos uma reforma no nosso código penal, queremos uma lei específica para menores infratores”, disse ele antes do início da caminhada.

A morte de Felipe comoveu toda a Bahia e foi noticiada em toda mídia estadual. O garotinho que morreu a um mês de seu aniversário fazia parte do grupo de músicos da igreja onde sua família congrega, e era muito querido por sua simpatia e simplicidade. Fonte: SulbahiaNews