Polícia prende família inteira por tráfico de drogas em Itabela

A prisão da família aconteceu na noite da última sexta-feira, 27 de março, e foram tantos acusados que a operação da Polícia Militar se estendeu na madrugada e manhã de sábado (28/3). A operação policial foi desencadeada após quase um mês de monitoramento do endereço onde funcionava a “boca de fumo”, na rua Pataxó, bairro Bandeirante, na periferia de Itabela.familia trafico

Primeiro, os policiais prenderam Maria d’Ajuda Pena da Silva, de 44 anos, apontada como líder do tráfico, e, na sequência, foram presos Vanderson Pena da Silva, de 19 anos, e Cristiane Pena da Silva, 22, e apreendidos três menores, todos filhos da acusada. Também foi detida no imóvel trafico

No interior da residência os militares apreenderam nove gramas de cocaína, 13 buchas de maconha, 134 pedras de crack e uma balança de precisão. Também foram apreendidos diversos produtos que seriam frutos de troca ou penhora por entorpecentes, incluindo 17 celulares, 2 tablets, máquinas fotográficas digitais, além de 674 em espécie e notas fracionadas.

De acordo com informações da polícia, quando houve a abordagem surpresa, alguns dos acusados, incluindo os menores, faziam uso de cocaína na mesa da cozinha da residência, que estava completamente tomada pelo odor característico de entorpecentes.

Os maiores permanecem presos e os menores apreendidos, todos sob acusação de envolvimento com o tráfico de drogas. A polícia afirma que a matriarca da família, além de comandar o tráfico no endereço e sustentar as despesas familiares com a atividade ilícita, usava os próprios filhos, inclusive, os menores, que implementavam o comércio criminosos no varejo. Se essa acusação for confirmada, Maria d’Ajuda Pena da Silva, de 44 anos, pode perder a guarda dos filhos que ainda não alcançaram a maior idade.

O caso segue sendo investigado pelo delegado Hermano Costa, titular da Polícia Civil no município de Itabela. Por Ronildo Brito c/colaboração do Giro de Notícias