Polícia divulga imagem de acusada de esfaquear companheiro

mulherFamiliares de Sebastião Silva de Sá, de 46 anos, morto com 9 facadas supostamente desferidas pela mulher com quem convivia maritalmente há 40 dias, foram na manhã desta segunda-feira, dia 30 de junho, à Delegacia Territorial de Teixeira de Freitas (DT), onde após entendimento com  a polícia divulgaram à imprensa uma fotografia de Solyne Pinheiro Silva, de 27 anos, acusada de ter cometido o crime e que continua foragida.

O assassinato aconteceu por volta de 18h do último sábado, dia 28 de junho, na Rua Chipre, bairro Liberdade I, região sul de Teixeira de Freitas, quando Sebastião foi assassinado dentro da sua própria casa. Após o crime a suspeita fugiu levando consigo os seus dois filhos menores.

Na perícia de local a cargo dos peritos Manuel Garrido e Alexson Magalhães, ambos do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), ficou constatado que Sebastião Silva de Sá, de 46 anos, fora morto com quatro facadas no peito, uma no pescoço, duas nas costas e outras duas no ombro esquerdo.

A motivação do bárbaro homicídio só deve ser conhecida após a prisão da acusada. Vizinhos do homem morto disseram à polícia que a mulher seria usuária de drogas e ultimamente vinha vendendo alguns pertences da vítima para manter o vício.

Como não é nada fácil uma mulher acompanhada de duas crianças conseguir fugir, a polícia desconfia que Solyne tenha contado com ajuda da família ou amigos. As investigações em torno do crime estão a carga do delegado Kléber Gonçalves e a caçada à assassina segue na responsabilidade dos policiais civis do Serviço de Investigação (SI). (Por Ronildo Brito)