Polícia Civil prende acusado de ter matado homem a pauladas e facadas em 2007

Marcelo Gonçalves Siobrinho, matou José Luiz em 2007 (1)Foi preso no bairro Caminho do Mar, em Teixeira de Freitas, na manhã de sexta-feira, 5 de julho, Marcelo Gonçalves Sobrinho, 24 anos, acusado de ter matado um homem a pauladas e facadas, com ajuda de seu irmão, em 2007.

O crime teria acontecido em 20 de fevereiro de 2007, quando, segundo a investigação, Marcelo Gonçalves Sobrinho, 24 anos, e seu irmão Zenilton Gonçalves Sobrinho, 31, teriam matado a pauladas e facadas José Luiz Magnago; o crime teria sido motivado por envolvimento da vítima com a mulher de Zenilton.

Marcelo Gonçalves Siobrinho, matou José Luiz em 2007 (2)Após o crime, os dois irmãos fugiram da cidade, o que impossibilitou a prisão de ambos. De acordo ao que ficou apurado pelo serviço de investigação, os acusados teriam ido morar em Soretama, no Espírito Santo, ficando na cidade capixaba daquela época até fevereiro deste ano, quando Marcelo foi preso por roubo e formação de quadrilha. Ele ficou preso por nove dias apenas, em cumprimento do mandado de prisão temporária. Após ser liberado, retornou a Teixeira, se instalando no bairro Caminho do Mar.

No citado bairro, o Serviço de Investigação comandado pelos delegados Wendel Ferreira Santos e Marco Antônio Oliveira Neves o prendeu por força de mandado de prisão preventiva que estava decretado desde julho de 2007.

Ao ser apresentado à imprensa, Marcelo negou que tenha cometido o crime, alegando não saber o porquê de tal acusação, assim como se diz inocente da acusação de roubo e formação de quadrilha pela qual foi preso e já possui mandado de prisão em Soretama/ES.

No entanto, ele contou que foi preso no Estado capixaba por envolvimento num assalto a banco, admitindo também que a vítima do homicídio em 2007 teria se envolvido com a mulher do seu irmão Zenilton, que continua foragido da Justiça.

Por Jotta Mendes/ Pauta Diária