PM se mata e deixa carta explicando que sofria humilhação dentro da Companhia

Itabuna:  O policial militar Jeferson Amaral, “Jél”, 33 anos, cometeu suicídio por enforcamento com um fio elétrico na tarde de terça-feira, 27 de maio, no Bairro de Fátima, em Itabuna/BA.JEl

O soldado era lotado na 1ª Companhia da Polícia Militar, no Conceição, e também chegou a fazer parte da Cavalaria, há 11 anos. Jeferson deixou uma carta para familiares na qual ele se dirige especificamente à namorada, tentando explicar os motivos que o levaram a pôr fim a própria vida. pmmm2

 

Ele cita entre os motivos: “Pessoas sem escrúpulos que, para ter uma vida de luxo e riqueza, usam outras pessoas desfavorecidas pela natureza ou pelas próprias condições em que nascem”. E ainda acrescenta como fatores que o levaram a tomar a decisão “chacota” e “humilhação”. Os culpados pela sua decisão, segundo a carta, seriam seus pais e dois ex-chefes dele oficiais da Polícia Militar da Bahia. Por Pauta Diária, com informações de Uba Notícias