Nasa confirma oceano em Lua de Júpiter

jupter-luaO Telescópio Espacial Hubble descobriu a lua Ganímedes, que está localizada na órbita de Júpiter.  Ela possui um oceano que fica embaixo de uma crosta superficial de gelo, e isso faz com que haja indícios da existência de vidas no planeta, afirmou a Nasa nessa quinta-feira (12).

De acordo com informações de agências internacionais, a descoberta resolve um mistério relacionado a maior lua do sistema solar após a nave Galileo, já aposentada, ter fornecido pistas sobre a existência de um oceano abaixo da supefície Ganímedes enquanto cumpria uma missão exploratória ao redor de Júpiter e de suas luas, entre 1995 e 2003.

Ganímedes possui um núcleo fundido que gera um campo magnético amalgamado que unido com o de Júpiter forma uma interessante dinâmica visual. Essa junção gera a formação de duas faixas auroras brilhantes nos pólos norte e sul de Ganímedes.

Quando o campo magnético de Júpiter é alterado, faz com que agite as auroras de Ganímedes.  Cientistas mediram os movimentos e descobriram que os efeitos visuais se mostram mais restritos do que deveriam.

A lua Ganímedes, agora, se junta a uma crescente lista de satélites que possuem uma camada de água abaixo da superfície. Eles estão localizados nas partes mais afastadas do sistema solar.