Não às drogas: Aécio NEVER!

Entrelinhas - Corpo site

Fora Dilma! Fora PT?!

#SQN [Só que não]. Fica Dilma! Fica PT!!!

Tenho visto nas redes sociais um apelo muito forte por mudança, no entanto, pintam-na com o tom azul peessedebista. E aí eu não consigo entender com clareza o que o povo entende por mudança (ao menos no aspecto de melhorias sociais).

O PSDB governa para as elites, sim. Os tucanos pensam em alavancar a economia, mas, isso não implica em construir um Brasil melhor para todos (lê-se pobres). Em 12 anos o PT governou para os pobres e conseguiu tirar mais de 40 milhões de pessoas da pobreza, o país do mapa da fome mundial, criou 18 universidades federais, sete no Nordeste – a UFSB é uma delas.

Em um vídeo de matéria que foi ao ar em 2001 no Jornal Nacional sobre a fome, o repórter diz que a cada 5 minutos, na época, uma criança morria por doenças ligadas à fome, sendo que um médico sanitarista fala contando que a culpa é das próprias pessoas que acham que é assim que tem ser (uns comem, outros não), quando, está errado, porque ninguém foi feito para morrer de fome. O especialista informa ainda dados da Unicef  que dizem que o número de óbitos equivale a dois Boeings 737 de crianças mortas/dia devido à fome. Repito, o PT tirou o país do mapa da fome segundo recente relatório da ONU e está realidade citada acima, do governo PSDB, não mais existe.

Em 2000, o índice de mortalidade infantil (obtida por meio do número de crianças de um determinado local – cidade, região, país, continente – que morrem antes de completar 1 ano, a cada mil nascidas vivas), conforme o IBGE, era 30,0; em 2013, 14,40. Como não achar números assim positivos?! Está bom? Não. Está péssimo, mas, está melhor se compararmos a taxa anterior ao PT. Sobre a pobreza extrema, hoje, somente 3,6 % dos brasileiros vivem com menos de R$ 70 mensais, 97,7 % das nossas crianças de 7 a 14 anos estão na escola, graças a programas como o Bolsa Família, que  dá, em média, atualmente, R$ 150 às famílias por cada filho na escola (até cinco beneficiados); o valor base do Bolsa Família é R$ 77, mas, conforme matérias diversas na internet, a média recebida é R$ 150, tendo em vista que fatores socioeconômicos são avaliados para definir o valor da contribuição.

Os tucanos veem como esmola. E não é. É um dinheiro bem-vindo e necessário. Talvez, você que lê este texto agora, com mais de 50 anos, foi como os meus pais, que estudaram quase nada porque tiveram que trabalhar, sem remuneração, quando crianças, nas terras dos patrões dos seus pais. O Bolsa Família existe para pôr fim ao trabalho infantil, única alternativa, muitas vezes, que famílias tinham de evitar serem devastadas pela fome.

Aécio fala do escândalo da Petrobras e de todo o resto sobre corrupção no governo petista. Mas, esquece que ex-presidente do seu partido recebeu propina para arquivar a CPI quando a bomba começou a explodir, vindo à tona agora em época de eleição, e no governo petista. Ele esquece as privatizações absurdas do PSDB, dos mensalões tucanos. E acha que todos são bobos e inocentes ao ponto de não pesquisar sua história e ver que ele não passa de um playboy mimado, filhinho de papai, que recebeu por anos como assessor parlamentar do pai em Brasília, morando no Rio (na época não era crime, a partir de 2010, tornou-se, mas, era um privilégio que já denota sua falta de caráter), um sujeito acusado de agredir a namorada na saída de uma festa em 2009, de ter amizades com traficantes famosos, de ser usuário de drogas (a do avião era do piloto, ok?!). Aécio construiu um aeroporto para si nas terras de um tio, empregou primos e primas, tios (NEPOTISMO), enquanto senador num teve um projeto sequer aprovado, quando governador de Minas massacrou professores, deixou de pagar o piso e implantar o plano de carreira (criados no Governo petista). ‘Aécin’ detém rádios em Minas e, mesmo assim, não foi capaz de ter a simpatia dos jornalistas mineiros, cujo sindicato divulgou nota de repúdio ao candidato.

Não me canso de dizer que em todo partido tem corrupto, que o PT precisa de uma faxina. Por outro lado, me orgulho deste governo que pensa nos pobres, que se envergonha, mas, investiga e pune os seus. Melhor que encobrir os erros e arquivar processos como fazem os tucanos. Não canso de dizer que como pessoa, Aécio Neves representa a vergonha humana, um péssimo exemplo de homem, político, cidadão. Sinceramente, não entendo a lógica de um povo que quer mudança e vota “em mais do mesmo” daquilo que critica tanto e teme na sociedade: drogas, violência, mentira e corrupção. Ao menos terei minha consciência tranquila e direi para meu filho que nunca fiz apologia ao uso de drogas: não votei em Aécio NEVER!Entrelinhas-banner-central1

Carla Félix é formada em Letras Vernáculas pela Uneb/Campus x. Revisora, redatora e editorialista; atua em jornal e sites de notícias da cidade.