Mototaxista e passageiro morrem em grave acidente da BR-101, em Teixeira

GEDSC DIGITAL CAMERAUm grave acidente automobilístico envolvendo três veículos na noite desta sexta-feira (12/9), na saída de Teixeira de Freitas rumo ao município de Itamaraju, logo após a ponte sobre o rio Itanhém, deixou duas pessoas mortas, uma delas o mototaxista teixeirense Cleomárcio Ribeiro da Silva, que tinha em seu capacete o número 110.

acidenteAgentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) do Posto 3 de Teixeira de Freitas chegaram rapidamente ao local e, de acordo com a dinâmica do acidente, três veículos foram envolvidos no choque, sendo um Fiat Uno, que pegou fogo e explodiu, um Hiunday HB 20, placa OXD-1815, licenciado de Nanuque/MG, e a motocicleta Yamaha 150, de propriedade de Cleomárcio.

O mototaxista seguia com o passageiro identificado como Eliomar Gonçalves de Oliveira, de 27 anos, morador do distrito de Santo Antônio/ Teixeira de Freitas, quando teria sido surpreendido em sua mão de direção por um Fiat Uno desgovernado, que teria desviado de uma carreta que faria uma ultrapassagem proibida. Após atingir o mototaxista Cleomárcio e o seu passageiro Eliomar, o Uno ainda bateu no HB20, que era conduzido pelo bancário mineiro identificado pelo prenome de Sérgio; na sequência caiu na ribanceira e começou a pegar foto.

acidente 02Preso às ferragens e percebendo o fogo tomando conta do seu Fiat Uno, o motorista João Batista Portela, de 59 anos, começou a pedir socorro, momento que apareceram duas pessoas, sendo pai e filho que residem num pequeno sítio próximo de onde aconteceu o acidente, que mesmo sem conhecimento em primeiros socorros, retiraram-no do veículo. Na sequência, o Uno explodiu.

Dos feridos, os mais graves foram justamente o mototaxista Cleomárcio Ribeiro da Silva e o seu passageiro Eliomar Gonçalves de Oliveira, que mesmo sendo socorridos pelo Samu ao Hospital Municipal de Teixeira de Freitas (HMTF), acabaram não resistindo e morreram. Cleomácio teve sua perna esquerda esmagada, dada à violência como foi atingido pelo Uno.

Os outros dois feridos,  Sérgio, funcionário de uma agência bancária em Serra dos Aimorés/MG, e o condutor do Uno, João Batista Portela, permanecem internados, mas, não correm risco de morrer. Por Ronildo Brito