Mesmo diante de determinação do TJDFT, policiais civis mantêm paralisação

Apesar de o Tribunal de Justiça do Distrito Federal (TJDFT) ter determinado a suspensão da paralisação de 48 horas dos policiais civis nessa terça-feira (21/10), a categoria promete manter a mobilização. De acordo com o diretor do sindicato que representa os agentes Carlos Eduardo Rodrigues, a entidade não foi notificada oficialmente da decisão. “Oficialmente, não muda nada porque nenhum membro da direção recebeu em mãos esta ordem judicial”, afirmou.Polícia civil

A paralisação começou na terça-feira (21/10) e está prevista para terminar às 8h desta quinta-feira (23/10). Os agentes exigem o cumprimento de uma única reinvindicação: que o governo passe a reconhecer a carreira como de nível de superior. “Hoje, o cidadão é obrigado a apresentar diploma de graduação para ingressar nos quadros da Polícia Civil, mas o curioso é que a carreira ainda é tida como função de ensino médio. Queremos esse reconhecimento. É algo que não impactará em nada os cofres públicos”, explicou Carlos Eduardo.

O Sindicato dos Policiais Civis do DF realizarão uma assembleia na tarde desta quinta-feira, em ao Ministério da Justiça. Fonte: Correio Braziliense