Mario Götze pode encerrar carreira aos 24 anos

Aos 24 anos, uma das mais recentes promessas do futebol alemão pode ter sua carreira interrompida. Mario Götze foi afastado por “problemas metabólicos” há 4 dias, como informou o Torcedores.com, mas o diagnóstico pode ser ainda pior.

Segundo o comentarista dos canais ESPN, Gerd Wenzel, o jogador sofre de miopatia, que, basicamente, é uma doença muscular que deixa os membros das pessoas fracos ou estafados, com dificuldades para realizarem atividades cotidianas, como, por exemplo, subir ou descer escadas, levantar de uma cadeira ou de uma cama ou até mesmo caminhar normalmente.

A mesma informação foi divulgada pelo conceituado jornal alemão, Süddeutsche Zeitung. E, segundo o comentarista, a doença pode interromper a carreira do jogador, podendo levá-lo à uma aposentadoria precoce.

De oficial apenas a nota publicada pelo Borussia Dortmund, citando o afastamento por tempo indeterminado devido aos problemas metabólicos. Nos próximos dias o clube deve realizar novos exames para avaliar melhor a situação de Götze e ai sim divulgar uma nota oficial sobre o assunto.

Carreira:

Götze foi revelado em 2009 pelo Borussia Dortmund, quando ainda tinha 16 anos. Na atual equipe conquistou o bicampeonato alemão nos anos de 2011 e 2012, além da Copa da Alemanha de 2012 e o vice na Champions League de 2013.

Neste ano aconteceu a polêmica transferência para o Bayern de Munique, após 13 anos de Dortmund (Götze tinha 20 na época). No Bayern foi campeão mundial em 2013, tricampeão alemão (2014, 2015 e 2016), e bicampeão na Copa da Alemanha (2014 e 2016), além da Supercopa Europeia de 2013.

Após 3 temporadas retornou ao Dortmund e vinha sendo utilizado como suplente nas partidas. E pela seleção alemã começou cedo sua caminhada, tendo apenas 15 anos no time sub-17. Foi campeão europeu nesta categoria, em 2009, e não demoraria para estrear na principal.

Seu jogo inaugural pela Alemanha foi em 17 de novembro de 2010, quando entrou na segunda etapa em amistoso contra a Suécia que terminou sem gols. Participou das Eurocopas de 2012 e 2016 quando a Alemanha parou nas semifinais em ambas, além da Copa do Mundo de 2014, quando se sagrou campeão mundial marcando o gol do título alemão, o 4º da história.