Pesquisa feita pelo Datafolha e divulgada neste sábado (8) mostra que a desaprovação ao governo do prefeito de São Paulo, João Doria, subiu de 13% para 20% desde fevereiro. Foram ouvidas 1.067 pessoas, na quita-feira (6) e sexta-feira (7). A margem de erro da pesquisa é de três pontos percentuais, para mais ou para menos.

Os números indicam que 43% dos entrevistados consideram o governo ótimo/bom, 33% regular, 20% ruim/péssimo e 4% não sabem.

Além da opinião dos eleitores sobre a gestão de Doria, o levantamento também quis saber o que eles achavam de uma possível candidatura do prefeito à Presidência da República ou mesmo ao governo do Estado, em 2018, já que para isso teria de deixar o cargo à frente do município.

Para 55% dos moradores da cidade, Doria não deve ser candidato nas eleições de 2018. Para 13%, Doria deveria disputar a vaga no Palácio dos Bandeirantes e outros 14%, ao Planalto.

Segundo a Folha de S. Paulo, de 0 a 10, o paulistano dá nota 6 para o tucano. Haddad, se antecessor, ganhou nota 5,9 no mesmo período de 2013, primeiro ano da gestão petista.

Segundo o levantamento, entre os mais ricos com renda familiar acima de 10 salários mínimos, a aprovação da administração tucana é de 67%. A maioria dos que têm ensino superior, 56%, também aprovam a gestão.

De acordo com a pesquisa, 47% dos entrevistados acham que ele fez pela cidade menos do que se esperava até agora (era de 39% em fevereiro). Somente entre os mais pobres, esse índice já atingiu 61%.