Jovem é alvejado a tiros no Jacarandá e policial evita tragédia no HMTF

Por voltas da 2h30 da manhã deste domingo, 7 de setembro, um jovem identificado como Lucas Santos Arruda, morador do São Lourenço, foi alvejado a tiros dentro do Clube Jacarandá, onde estava acontecendo um evento. Segundo o que a própria vítima relatou para os policiais militares, ele foi baleado dentro do clube por um rival de prenome Renan, e que o motivo seria por conta de drogas.fotos-violencia-tiro-crime-bala-20130417-04-size-598

Ainda segundo a vítima, o Renan efetuou três tiros contra ele, mas, acertou apenas um na região do tórax, e ele ainda conseguiu fugir, montar em uma moto e correr para o Hospital Municipal. O atirador foi atrás da vítima até o hospital para terminar o serviço, mas, quando chegou ao HMTF, foi surpreendido por um policial do Serviço de Inteligência do 13° BPM, que estava no hospital no momento e percebeu a ação do atirador.

O policial sacou sua arma antes mesmo do atirador descer da moto. Mas, o acusado conseguiu manobrar e fugir. Segundo uma acompanhante que está com o pai internado no hospital, ela estava do lado de fora no momento da ação e disse que “foi Deus que mandou esse policial nessa hora para a porta do hospital”, porque se não fosse ele, teria acontecido uma tragédia, dentro ou fora ou dentro do hospital.

“Foi tudo muito rápido, só vi a hora que o policial sacou a arma e gritou ‘polícia!’, para os dois homens que estavam na moto. Antes de o carona [que estava com uma arma] descer, o policial o intimidou e eles foram embora. Como o policial estava sozinho não teve como ir atrás dos bandidos”, disse a mulher. Imediatamente chegou uma guarnição da PM, que foi atrás dos acusados, mas não conseguiram prender ninguém.

Ainda segundo os policiais, logo após os primeiros procedimentos no Pronto Socorro, o Lucas foi levado para o Centro Cirúrgico para ser operado. O estado de saúde dele é muito grave. Uma equipe do SILC vai investigar o homicídio tentado. Fonte: Liberdadenews