Iogurte de gengibre amargo pode ajudar no combate a doenças

gengibrePesquisadores do Amazonas desenvolvem iogurte à base de gengibre amargo. Com alto poder cicatrizante, o produto promete revolucionar a nutrição e auxiliar no tratamento de inflamações gastrointestinais e câncer.

A pesquisa sobre essa qualidade de gengibre deu novo uso a raiz que até então era utilizada apenas com fins ornamentais, por causa de suas flores em tons vermelhos, rosas e laranjados, como explica o pesquisador do INPA – Instituto Nacional de Pesquisas da Amazônia, Carlos Cleomir.

De acordo com os pesquisadores, o iogurte possui ação antioxidante, antiinflamatória, antitumoral e antimicrobiana e poderá ser um complemento na prevenção e no tratamento de gastrites, úlceras e câncer.

E para quem se questiona sobre o sabor da iguaria, o pesquisador garante que, apesar de amargo, o iogurte pode ser agradável ao paladar. E é nesse sentido que trabalham os nutricionistas e engenheiros da equipe.

A previsão é que o iogurte de gengibre amargo chegue às prateleiras dos supermercados no segundo semestre deste ano.