Índio espanca filhote de cachorro e é agredido por artista de rua

Na tarde de sábado, dia 2 de agosto, guardas municipais que atuam na Praça da Bíblia, região central de Teixeira de Freitas, detiveram o argentino Bryan Gomez, de 20 anos, que havia acabado de espancar um índio de prenome Hélio, oriundo da região de Machacalis-MG. O indígena, segundo populares, estava visivelmente embriagado e jogando um filhote de cachorro contra o piso de uma calçada. Revoltado com a cena, o argentino atacou o índio a socos e pontapés, levando-o ao desmaio. Artista de ruaAssim que os guardas municipais chegaram, contiveram o agressor e conduziram os dois à Delegacia da Polícia Civil (DEPOL), onde foram ouvidos e na sequência liberados. De tão bêbado o índio não soube explicar os motivos que o levaram a espancar o animal, que por sinal apresentava um sangramento na boca. Após prestar depoimento o indígena deixou a delegacia e disse que iria retornar para sua aldeia em Minas Gerais. Já o argentino Bryan, que faz apresentações em semáforos das mais diversas cidades do país, pediu à polícia para cuidar do cão, o que acabou sendo aceito.

filhotes Nos últimos meses os problemas envolvendo índios vem aumento em Teixeira de Freitas e no caso específico desse indígena que espancava violentamente um animal, pessoas presentes relataram não entender a inércia da FUNAI. Recentemente um outro índio abandonou um filho ainda bebê amarrado por uma das pernas na mesma Praça da Bíblia e o caso só foi revolvido após o empenho do Conselho Tutelar de Teixeira de Freitas. (Por Ronildo Brito).