Incêndio em vegetação ocasiona acidente na BR-101 envolvendo 4 veículos

Um acidente envolvendo um veículo Corolla, duas carretas e uma moto por pouco não acabou em tragédia na BR 101, dentro do perímetro urbano da cidade. O fato aconteceu em frente à Pousada Lord, por volta das 15h30, desta segunda-feira, 15 de setembro. De acordo com informações, o acidente foi causado por conta de um incêndio na vegetação próxima ao local, o qual impedia a visibilidade dos veículos.

SONY DSCO Corolla, de placa policial EPS 7374, era dirigido por Roberto Baptista Pontes, que vinha de Nova Venécia/ES e ia para Alagoas. O caminhão de placa policial IFP 2323, de cor branca, vinha de São Paulo e ia descarregaria em Fortaleza. Não obtivemos informações sobre o destino do caminhão verde, de placa policial ODH 5680, que ia sentido ao Espírito Santo, nem sobre o motociclista, já que ele evadiu-se do local, e alguém levou a moto, antes da chegada da Polícia Rodoviária Federal.

De acordo com o motorista do carro, ele vinha em baixa velocidade devido à falta de visibilidade ocasionada pela fumaça do incêndio. Ele sabia que na frente dele existiam veículos que também reduziram a velocidade. De repente ele ouviu um forte barulho que foi a colisão entre as carretas. Ainda segundo ele, e conforme imagens, o motorista da carreta branca saiu da sua mão e invadiu a pista contrária, batendo de frente na carreta verde.

SONY DSCO motoqueiro bateu na traseira do carro. Ainda restaram partes da viseira e da moto no veículo. A parte de trás do carro ficou destruída. A única informação que temos é que o motoqueiro machucou a cabeça, mas conseguiu sair correndo, sangrando e parecia consciente. Não há informações se ele foi levado ao Hospital, nem quem tenha pegado a moto dele.

Os motoristas das carretas não quiseram gravar entrevista. O Corpo de Bombeiros esteve no local controlando o incêndio, porém foram muitos os trechos incendiados ao longo da BR. A Polícia Rodoviária Federal também esteve no local controlando o trânsito e impedido que mais desastres ocorressem, já que os motoristas estavam invadindo a contramão para poder seguir viagem.

Segundo o policial Persici, o motorista da carreta disse que invadiu a pista contraria para não matar o motoqueiro, quando ele avistou o acidente. Persici disse ainda, que esse trecho existe sinalização orientando para que a velocidade seja de 40 km por hora e a PRF alerta aos motoristas para que, se houver casos como esse de fumaça na pista, que a atenção seja redobrada. A PRF ficou no local até a chegada do guincho para a retirada dos veículos. Por: Petrina Nunes/Liberdadenews