Idoso é morto com 26 facadas dentro de sua casa no Tancredo Neves

Na manhã de quarta-feira, 18 de março, a Central de Polícia Militar foi acionada via 190 por familiares de um senhor que informaram que a casa do idoso, localizada na rua Macaúba, no Tancredo Neves, estava arrombada, e que o mesmo estaria no interior da residência morto. Uma guarnição da 1ª CIA se deslocou até o referido endereço, mais precisamente até o número 220, onde confirmaram o fato. Os militares isolaram a área e acionaram a Polícia Civil.bbbfaca3

A vítima foi identificada como sendo Dagiso Rosa Pereira, 74 anos, natural de Salinas/MG. O delegado do Serviço de Inteligência em Local de Crime, Kleber Gonçalves, e uma equipe de investigadores estiveram no local e realizaram o levantamento cadavérico. O delegado acionou perícia e uma equipe do Departamento de Polícia Técnica composta pelos peritos Bruno Mello e Everton dos Anjos esteve realizando os trabalhos periciais.

No local, um cenário chocante de crime violento com uso de arma branca (faca). A vítima foi encontrada esfaqueada em cima de sua cama, em um dos quartos da residência, e, segundo o perito criminal Bruno Mello, a vítima foi atingida por 26 facadas, sendo 10 no tórax, três no braço esquerdo, quatro na mão esquerda e nove entre a cabeça e o pescoço. Segundo o perito, possivelmente, a vítima tentou se defender, motivando o número de facadas.

Durante perícia no corpo e no local, uma faca de cabo preto foi encontrada embaixo do sofá da sala. Após perícia, o corpo do senhor Dagiso Rosa foi removido até o IML de Teixeira de Freitas, onde será necropsiado e, após exames de praxe, será liberado aos familiares para velório e sepultamento. A Polícia Civil instaurou inquérito policial para investigar autoria e motivação do crime. Latrocínio é uma das linhas de investigação.  Por: Rafael Vedra/Liberdadenews