Homens armados invadem e resgatam casais presos por tráfico em Posto da Mata

A prisão dos quatro acusados foi efetuada em Posto da Mata por policiais da Companhia Independente de Policiamento Especializado da Mata Atlântica (Cipe-MA), no último sábado, 28 de fevereiro, momento que José Marinho Nogueira, o “Cabeludo”, e a esposa dele, de prenome Luzenilda, além de um outro casal que não teve a identidade revelada, tentavam embarcar em um ônibus com 70 pedras de crack, seguindo com destino ao distrito de Monte Pascoal, em Itabela, onde todos residem.cabeludod1-600x330

No início da noite do mesmo sábado (28), os dois casais foram apresentados à Subdelegacia de Posto da Mata, uma unidade que funciona precariamente em um prédio alugado e que no período noturno normalmente recebe a segurança de apenas um carcereiro. O normal, segundo o delegado Samuel Martins, seria os acusados serem levados diretamente à sede da 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, já que até mesmo a cidade de Nova Viçosa, onde existe uma pequena carceragem da Polícia Civil, está distante 88 quilômetros de Posto da Mata. Para Teixeira de Freitas são somente 42 quilômetros.

Ainda de acordo com o delegado Samuel Martins, titular da Polícia Civil em Nova Viçosa, comparsas dos dois casais presos, aproveitaram a fragilidade da unidade de Posto da Mata e no último domingo, dia 1º de março, invadiram a Subdelegacia e resgataram os quatro acusados de uma só vez. Martins reforça que os presos seriam transferidos na segunda-feira (2), para Teixeira de Freitas, mas antes da transferência, acabaram sendo resgatados.

Informações levantadas junto a um vizinho da Subdelegacia de Posto da Mata, dão conta que quatro elementos armados chegaram em dois carros e logo após o resgate, se dividiram nos veículos e fugiram em alta velocidade, tomando rumo ignorado. Por Ronildo Brito