Homem tenta furtar piloto da Aeronáutica e termina preso pela vítima em Teixeira de Freitas

O furto tentado aconteceu por volta das 19h de domingo, dia 5 de abril, na avenida Presidente Getúlio Vargas, imediações do Posto Pioneiro, na região central de Teixeira de Freitas, quando um piloto da Aeronáutica caminhava com o celular numa das mãos e foi surpreendido por um elemento, que tomou-lhe o aparelho e começou a fugir a pé.paulosta

O que o acusado Alan de Jesus Ferreira, de 24 anos, não sabia, era o fato de a vítima ser um homem com preparo militar. Minutos após o piloto conseguiu alcançar o autor do furto, imobilizando-o e logo depois acionou a Polícia Militar através do telefone 190.

Em seguida, uma guarnição da 1ª CIA, do Batalhão da Polícia Militar de Teixeira de Freitas (13º BPM), foi ao local e deteve Alan, que disse ser natural de São Paulo e nos últimos anos residente em Teófilo Otoni/MG. Ele tinha se mudado há cerca de um mês para Teixeira de Freitas, onde contou que pretendia trabalhar.

Em depoimento à delegada Waldiza Fernandes, de plantão na noite deste domingo (5) na 8ª Coorpin de Teixeira de Freitas, Alan   admitiu ser viciado em crack e que já teria cumprido pena de dois anos em Minas Gerais por tráfico de drogas.

Sobre os motivos que o levaram a furtar o celular do piloto da Aeronáutica, Alan contou que não sabia que a vítima era militar e que o aparelho seria dado a um traficante da cidade, que ele estaria devendo uma quantia fruto da compra de algumas pedras de crack. O valor da dívida ele não quis dizer, bem como se negou a oferecer o nome do suposto traficante, que estaria lhe pressionando para pagar o valor devido.

As últimas informações dão conta que o paulista Alan de Jesus Ferreira, de 24 anos, foi indiciado por furto tentado e vai permanecer preso à disposição da Justiça. Por Ronildo Brito e Tyago Ramos