Homem é torturado e morto na presença da filha

A Polícia Civil e o Departamento de Polícia Técnica periciaram, no fim da manhã desta quinta-feira (9/10), a casa na zona rural de Eunápolis onde um homem foi assassinado. O pedreiro Josenildo de Santana Santos, 39 anos, foi morto por volta das 19h de terça-feira (7), mas, como o crime só foi registrado pela família da vítima na tarde do dia seguinte, o trabalho da perícia e dos investigadores começou com atraso.maosamarradas

De acordo com a polícia, o assassinato foi presenciado pela filha de Josenildo, que tem 12 anos. No depoimento, a menina declarou que vários homens invadiram a residência, que fica na Fazenda Juerana II, na região do Projeto Maravilha, querendo saber onde estavam a “arma e o dinheiro”.

Diante da negativa do pai dela, a quadrilha começou a revirar os móveis, mas, como não encontrou o que procurava, passou a torturá-lo. Josenildo, ainda de acordo com a garota, teve as mãos amarradas com uma toalha de banho e passou a ser estrangulado pelos marginais, que, em seguida, atiraram em sua cabeça com um revólver. O grupo fugiu, levando apenas um telefone celular.

Um vizinho trouxe Josenildo para o Hospital Regional de Eunápolis em seu próprio carro. A vítima morreu pouco tempo depois de receber os primeiros atendimentos.

A polícia ainda não informou se encontrou no local do crime alguma pista que possa levar aos assassinos. O caso está sendo tratado como latrocínio – roubo seguido de morte. Fonte: Radar64