Gasolina vendida em Porto Seguro é a mais cara da Bahia

O município de Porto Seguro vende a gasolina mais cara da Bahia, conforme levantamento feito no início deste mês pela Agência Nacional de Petróleo (ANP). O litro do combustível na cidade está sendo vendido por até R$ 3,559, enquanto em Salvador o máximo é de R$ 3,199.Posto de gasolina

O empresário José Augusto Costa, presidente do Sindicato do Comércio de Combustíveis, Energias Alternativas e Lojas de Conveniência do Estado da Bahia (Sindicombustíveis), explica que toda gasolina comercializada no Nordeste brasileiro, incluindo o interior baiano, é fornecida pela Refinaria Landulfo Alves (RLAM), localizada em Mataripe, na Região Metropolitana de Salvador (RMS).

Segundo o empresário, a distância da refinaria da Petrobras, entretanto, não justifica a alta do preço. É o caso de Simões Filho, por exemplo, que fica próximo à RLAM e tem o segundo preço mais alto por litro de gasolina no estado (R$ 3,32).

Augusto Costa informa que o preço da distribuidora é único para cada Estado, mas os municípios formam os preços considerando vários fatores locais, “que muitas vezes têm mais peso que a questão do frete, daí porque essa diferença entre os preços praticados em diversas regiões do Estado, independentemente da proximidade da RLAM”.

A pesquisa da agência revela que também em Caetité, Campo Formoso e Valença a gasolina está mais cara que na RMS, onde, no mês passado, foi constatado o maior preço entre as regiões metropolitanas de todo o país, em outra apuração feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Pela nova apuração da ANP, entre os preços máximos praticados nas cidades do interior baiano, o mais em conta foi registrado em Poções (R$ 2,96). Já a gasolina mais barata vendida no estado estava sendo comercializada em Guanambi (R$ 2,59). Em Salvador, o preço mais baixo ficou em R$ 3,020.

A apuração da ANP revela ainda que o preço médio verificado em todo o estado (R$ 3,036) supera os praticados no Rio de Janeiro (R$ 3,126), São Paulo (R$ 2,843), Pernambuco (R$ 2,942) e, inclusive, no Maranhão (R$ 3,004), onde o Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), autarquia do Ministério da Justiça, instaurou processo administrativo para apurar a formação de cartel.

“Muitas vezes, a política de preços da Petrobras vende o combustível da RLAM mais caro para a Bahia que em outros estados do Nordeste, por exemplo”, diz o presidente do Sindicombustíveis.

Confira abaixo os preços máximos da gasolina no período entre 28/9 e 4/10:

Porto Seguro R$ 3,55

Simões Filho R$ 3,32

Juazeiro R$ 3,30

Caetité R$ 3,29

Campo Formoso R$ 3,25

Valença R$ 3,20

Ilhéus R$ 3,19

Salvador R$ 3,19

Camaçari R$ 3,09

Camaçari R$ 3,09

Feira de Santana R$ 2,99

Guanambi R$ 2,99 (mais baixo R$ 2,59)

Poções R$ 2,96

Fonte: Radar64