Força-Tarefa apreende 200 quilos de maconha

IMG_3153 (1)Mais de 200 quilos de maconha apreendidos durante operação das Polícias Federal, Civil e Militar, em Valéria, Salvador/BA, na sexta-feira, 5 de agosto, foram apresentados, na manhã de terça-feira (9), no auditório do Departamento de Narcóticos (Denarc), na Pituba. A apreensão é resultado de mais um trabalho realizado pelas instituições que integram a Força-Tarefa de combate ao tráfico de drogas, integrada pelo Poder Judiciário, Ministério Público, Secretaria de Segurança Pública (SSP) e Polícia Federal que já apreendeu, desde o início do ano, 3,7 toneladas da droga, grande parte no eixo Salvador/Feira.

Mais de 100 policiais, lotados no Denarc, DHPP, Departamento de Polícia Metropolitana (Depom), Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Polícia Federal, Operação Gêmeos e Grupamento Aéreo (GRAER) da Polícia Militar, participaram da ação, planejada para averiguar informações, encaminhadas ao Disque Denúncia, de que o local era utilizado pelo tráfico de drogas. O trabalho da Força Tarefa também integra as ações do Programa Pacto pela  Vida, criado pelo Governo do Estado para reduzir os índices de violência.

Segundo o delegado André Viana, diretor do Denarc,  a droga foi encontrada enterrada num sítio, em um buraco de aproximadamente dois metros de profundidade, na rua Bahia, naquele bairro. O imóvel encontrava-se desabitado e o proprietário, agora, está sendo procurado. Participaram da coletiva os delegados Omar Leal e Maurício Moradillo, do Denarc, Jamal Amad, da 2ª Delegacia de Homicídios, e Nilton Borba, da 5ª Delegacia Territorial/Periperi, acompanhados do delegado André Viana, diretor do Denarc, delegado André Rocha Gonçalves, da Polícia Federal, além do major Washington Costa, da Gêmeos, e do major César Ricardo, do GRAER.

Após receberem informações sobre a existência da droga na região, os policiais fizeram um cerco, realizando a distribuição de cartões com o telefone do Disque-Denúncia no local. Minutos depois, a Central de Telecomunicações das Polícias Civil e Militar da Bahia (Centel), passou a receber telefonemas anônimos, que levaram as equipes ao paradeiro da maconha.

Durante a operação, oito pessoas foram detidas e conduzidas à Delegacia de Tóxicos e Entorpecentes (DTE), no bairro dos Barris, onde foram ouvidas e liberadas. De acordo com o diretor do Denarc, delegado André Viana, as investigações continuam sendo realizadas, no sentido de identificar o dono da droga, bem como as pessoas associadas ao tráfico de entorpecentes na região.

Por Pauta Diária/Ascom PC