Filho espanca o pai porque ele atendeu uma ligação em seu celular

Compareceu na quarta-feira, 4 de dezembro, à Delegacia da Polícia Civil de Itamaraju o pedreiro Gilberto Ferreira Miranda, o “Gil”, de 48 anos, morador da rua Nacional, 34, no bairro Novo Prado, região oeste de Itamaraju, e relatou em boletim de ocorrência que estava no interior de sua casa quando o celular do seu filho começou a tocar. Como a pessoa que ligava insistia, Gil disse que resolveu atender a ligação.paid

Nesse momento, disse o pedreiro, o seu filho não teria ficado satisfeito e desferiu diversos socos e chutes do próprio pai, sendo que um dos golpes atingiu seu olho esquerdo, provocando forte sangramento. A força do soco foi tão grande que “Gil” teve que ser socorrido por populares para o Hospital Municipal de Itamaraju (HMI), onde recebeu atendimento médico.

Mesmo lesionado, o pai relatou que nunca desejaria chegar ao ponto de precisar procurar a polícia para denunciar o próprio filho, mas, diante do ocorrido, espera que providências sejam tomadas. O agressor será convocado a depor e pode ser preso. Por Lênio Cidreira/TN