Fernandão proíbe Liga de apresentar seleção de futebol de Teixeira no estádio municipal

 Fernandao-Secretario-de-esporte-barrou-equipeA seleção de Teixeira de Freitas não se apresentou oficialmente para a imprensa, diretoria de LFTF e torcedores, conforme programação agendada para o dia 8, quinta-feira, pela direção da Liga e pela comissão técnica, comandada por Robelio e Valdinei.

 Todo plano elaborado pelo presidente da Liga, Edilson Salomão, e demais membros da diretoria e comissão técnica para a apresentação dos jogadores na noite de sexta-feira, 9, se transformou num grande fiasco.

 Quando os jogadores, comissão técnica e alguns repórteres da imprensa esportiva chegaram ao estádio Antônio Rodrigues Santana (Tomatão), por volta das 19 horas, encontraram os portões trancados. Segundo informações passadas no local, a pessoa responsável pelo estádio disse que não havia recebido ordem do secretário de Esportes para liberar o gramado onde seria realizada a cerimônia de apresentação da equipe de Teixeira de Freitas, que iria iniciar o seu trabalho visando à disputa da Copa do Descobrimento.

 O acontecimento que denigre a imagem da cidade e dos desportistas contrariou a todos; o presidente da Liga e pessoas ligadas à imprensa local ficaram contrariados e tentaram a todo custo solucionar a questão.

 Foram chamados ao local para presenciar esse vexame e tentar solucionar o impasse os vereadores Ailson Cruz e Ariston Pinheiro, que prontamente vieram. O vice-prefeito, Gilberto do Sindicato, também foi chamado e foi reivindicar do secretário e do prefeito uma solução para o caso. Também vieram ao local o vereador Pedrão, que no dia anterior havia sido convidado pelo radialista Amadeu Ferreira para contribuir com a Liga e com a seleção que vai disputar um evento importante e precisa do apoio de todos.

 Após mais de uma hora de discursões, tentativas de falar com o prefeito através de ligações feitas pelo vice-prefeito Gilberto e pelo vereador Ailson Cruz, e conversa com o secretário feita pelo vereador Ariston Pinheiro, entre outras tentativas de solucionar o impasse, nenhuma providência.

 Outros secretários chegaram ao local (frente dos portões do estádio), o chefe de gabinete do prefeito, Marcílio, que por ser um dos homens de confiança de João Bosco e com forte ligação com o secretário de Esporte, se omitiu, conversou um monte de baboseira e não quis resolver o impasse, apesar da pressão de todos que ali estavam, inclusive, dos atletas. Ainda este no local o secretário de administração, senhor Bodeiro. Mas, apesar de tanta gente que se imagina importante para o líder do governo municipal, o estádio não foi aberto, o episódio se transformou num grande desacato ao futebol do município e numa grande afronta a todos os desportistas e imprensa esportiva de Teixeira de Freitas.

 Em resumo, o radialista Moreal Nunes disse que o secretário de Esporte e Lazer de Teixeira de Freitas, Fernando Melo (Fernandão), quer ser o dono de tudo no esporte, “e ele não é dono de nada”, afirmou o radialista. “Ele tem que se pôr no seu lugar, e entender que ele é um empregado do povo, e ali está posto como secretário, para ouvir as reivindicações dos desportistas e tomar as providências necessárias para resolvê-las, não ficar afrontando todo mundo”, concluiu o radialista.

 Em síntese, o presidente da Liga, Edilson Salomão, era o mais irritado com a situação: “Estou aqui para dar a minha contribuição com o futebol porque amo o esporte. Eu não sou remunerado e não estou reclamando por isso, exijo apenas respeito desse secretário despreparado para ocupar o cargo. ele não cumpre o que promete, ele é de duas ou três palavras e não posso de forma nenhuma concordar com essa situação, e isso não vai ficar assim”, disse o presidente da Liga, conhecido como Japão.

 O presidente da Liga ainda disse que o secretário se comprometeu com ele e com a Liga em oferecer o campo sem nenhuma ressalva para a seleção disputar a competição, e agora “vem com essa conversa que o ofício de liberação chegou às mãos dele hoje. Ele é mentiroso e irresponsável, ele acha que é dono do estádio, esse campo é nosso, pagamos nossos impostos, não podemos aceitar esse absurdo calados”, afirmou Japão.

 Foi afirmado por muitos que ali estavam que o secretário de esporte havia dito que ele já tinha liberado essa data no estádio para outra atividade, através de ofício que ele tinha recebido há mais de dez dias. Segundo informações, uns motoqueiros iriam realizar um treinamento dento do estádio na noite de ontem, mas até quase 22 horas não apareceu ninguém no estádio.

 O Estádio Tomatão, um sonho antigo da comunidade, não é, prioritariamente, para a prática do futebol? Fica aqui a pergunta. Mesmo que a pista fosse usada, dava para haver a apresentação dos jogadores dentro do gramado.

 Todos ficaram contrariados por demais com a situação. O vereador Ailson Cruz disse que iria tomar todas as providências possíveis para resolver a situação e garantiu à seleção que ela vai jogar no estádio. “Esse campo é da comunidade, e não de propriedade do secretário Fernandão. Iremos conversar com João Bosco, eu ao lado do próprio vereador Ariston, de Pedrão, do vice-prefeito Gilberto, Japão e demais integrantes de Liga de futebol, resolveremos a situação nesta segunda-feira”.

 O vereador Pedrão e a maioria dos que ali estavam pediram a demissão do secretário Fernandão. O vereador disse: “Ele poderia muito bem ser remanejado desta secretaria para outro setor, ele não entende nada de esporte; já provou isso. Se dependesse de mim, Fernandão não era mais o secretário de Esporte há muito tempo”, disse o vereador Pedrão. “Fernandão agora passou dos limites. Não posso concordar com isso, pois é uma grande falta de respeito com os desportistas, existe algum rabo preso entre o prefeito e esse secretário, só pode”, disse Pedrão.

 O vereador Pedrão foi muito aplaudido por todos que ali estavam. Ele se colocou à disposição da Liga de Futebol para levar os jogadores onde fosse preciso para realizar a apresentação naquele momento. “Já que não podemos no estádio, que é do povo, vamos nos apresentar na praça da Bíblia. Lá é um local público, vamos chamar toda a imprensa e dizer pra toda Teixeira de Freitas o que está acontecendo”, resumiu Pedrão.

A Liga e os vereadores junto com o vice-prefeito prometeram solucionar a questão nesta segunda-feira, numa reunião que será agendada com o prefeito João Bosco.

 Por – Jornal Tribuna do Esporte

Amadeu Ferreira