Ex presidiário que já matou dois em janeiro é preso pela Polícia Civil

ex-presidiario-preso-Diego-dos-Santos-GoncalvesServiço de Investigação em Locais de Crime da 8ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior, conseguiu prender na manhã da última quinta-feira, 8 de janeiro, o ex presidiário, Diego dos Santos Gonçalves, 24 anos.

Ele foi detido perto de sua casa, no bairro Liberdade II em Teixeira de Freitas, após investigações iniciadas na noite do dia 7 de janeiro. Diego é acusado de ter matado, nesta mesma data, o senhor Antônio de Jesus, de 64 anos, assassinado quando assistia TV na sala de casa, na rua Céu Azul, no Liberdade II.

De acordo com o que foi apurado pela equipe do delegado Kléber Gonçalves, Diego e outros dois comparsas teriam invadido o imóvel e executado o idoso. Ainda durante o trabalho pericial, o núcleo do SILC conseguiu informações sobre o autor do assassinato e realizou várias diligências até conseguir prendê-lo.

Diego teria cometido o crime porque a vítima denunciou um esquema de tráfico de drogas durante um programa policial em uma rádio local, inclusive dando nomes de supostos traficantes. A denúncia foi feita no início da tarde, horas antes do assassinato.

Na casa de Diego, os policiais encontraram a arma usada no homicídio, um revólver calibre 38, com munições encamisadas que possuem maior poder de penetração, o que explica a transfixação no corpo do aposentado. Ainda segundo o laudo pericial, o projétil também atravessou o encosto do sofá, uma parede, e caiu dentro do quarto.

Durante a condução de Diego, ele acabou confessando o assassinato de Marcelo Souza Silva, 28 anos, morto por volta das 19 horas do dia 4 de janeiro. O crime aconteceu na rua Pilão Arcado, no bairro Liberdade II em Teixeira de Freitas.

De acordo com a Polícia, ninguém teria visto como o crime aconteceu, populares disseram que ouviram barulhos de disparo de arma de fogo e em seguida encontraram o corpo da vítima no chão.

A perícia realizada pelo perito criminal Paulo Libório constatou 11 perfurações, entre entrada e saída, no corpo de Marcelo. No local também foram encontrados três projéteis, possivelmente de pistola ponto 40.

Diego já sofreu uma tentativa de homicídio e saiu do presídio em outubro do ano passado, onde cumpria pena por tráfico desde agosto de 2013. Por conta das diligências realizadas desde o levantamento cadavérico do dia 7, ele acabou sendo flagranteado e vai responder por homicídio qualificado.

A Polícia trabalha para tentar localizar os comparsas do acusado, eles já foram identificados, mas o delegado Kléber Gonçalves preferiu não divulgar os nomes para não atrapalhar as investigações. Por: Sulbahianews/Uinderlei Guimarães