Estudantes da Pitágoras sofrem com lamaçal na entrada da faculdade

Os estudantes da Faculdade Pitágoras de Teixeira de Freitas têm sido afetados com a chuva que vem caindo na cidade. A reclamação é que entrar na unidade tem sido tarefa difícil devido ao lamaçal que se forma na principal via de acesso toda vez que chove. O caso já virou motivo de piadas e chacota nas redes sociais. pita

De acordo com alguns estudantes, o novo diretor, em sua apresentação, falou que reconhece as dificuldades e que viabilizaria esforços para resolver o problema.

Fato é que com as chuvas que têm caído com frequência a situação só piora. Vários ônibus escolares de diversos municípios que estacionam em frente à faculdade são prejudicados; os universitários reclamam de ter que encarar um verdadeiro mangue para conseguir adentrar em seus ônibus1379718_601627219879625_1777020063_n

Outra reclamação é o perigo do acesso. Nem com a implantação de um radar, a situação melhorou.

“Estamos vendo a hora de acontecer um acidente grave, como já aconteceu em outras épocas. É um tumulto muito grande. Nós, pedestres, temos que compartilhar o mesmo espaço com ônibus, carros e motos que surgem de tudo quanto é lado. É um risco de morte que corremos. E quando chove, fica pior ainda”, declarou uma estudante.

Esse problema já vem se arrastando por anos, espera-se que a chegada deste novo diretor traga solução real, não fique só nas promessas.

“Esperamos que professor Daniel se sensibilize com nossa situação, estamos cansados de tanta lama. Sabemos que há um projeto, inclusive com a implantação de uma passarela, mas precisamos que este projeto saia do papel”,  conclui.

O atual diretor da unidade Pitágoras, Daniel dos Anjos Zaniquelli, assumiu o cargo há pouco mais de dois meses e já encontra pela frente um desafio, resolver este problema, que há muito vem se arrastado pelo decorrer das administrações anteriores.

Por: Viviane Moreira