As causas da queda do avião, que matou o ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Teori Zavascki, ainda estão sendo investigadas e ainda não há prazo para conclusão. Neste domingo (19), o acidente aéreo em que morreram outras quatro pessoas no litoral de Paraty (RJ) completou dois meses.

Segundo informações da Força Aérea Brasileira (FAB), o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Cenipa) está fazendo a coleta e análise de dados obtidos do acidente ocorrido em 19 de janeiro. Entre os materiais, está o gravador de voz da cabine do piloto.

De acordo com o G1, não há prazo para a conclusão da investigação até o momento.