Detento da cadeia pública de Itabela toca fogo em colchão dentro da cela

De acordo com as informações repassadas pela Polícia Militar, um detento da cadeia pública de Itabela colocou fogo no colchão na noite de domingo, 5 de janeiro. O motivo: ele quer ser transferido para o Presídio de Vitória, Espírito Santo, de onde é foragido. Segundo a polícia, aparentemente estava tudo tranquilo com o preso José Reinaldo Miranda, o “Baiano” ou “Tunda” durante o dia. Por volta das 19 horas houve o incêndio. Ele estava sozinho na cela e não sofreu ferimentos. “Tundá” ameaçou dizendo que se não for transferido vai cometer suicídio.

contumas crimeJosé Reinaldo foi preso em setembro de 2013, em cumprimento a um mandado de prisão expedido pela Justiça Capixaba. Ele é réu confesso em dois casos de homicídio, um na cidade de Una /BA, e outro na cidade de Linhares /ES, de onde é fugitivo.

Para controlar o fogo os agentes usaram baldes com água. O detento precisou ser retirado da cela, ele estava muito alterado e chegou a jogar objetos nos policiais durante a operação.

giro2O delegado não foi encontrado para informar se e a reivindicação do preso será atendida. Outros detentos reclamaram por causa da fumaça. Fonte: Giro de Notícias