Crise na Educação de Nova Viçosa: greve e manifestações de professores

Professores de Nova viçosaNova Viçosa: Depois de frustradas todas as tentativas de negociação com o executivo do Município de Nova Viçosa, os Trabalhadores em Educação decidiram entrar em greve por tempo indeterminado. Desde terça-feira, 06 de maio, todas as escolas do município (Sede e Distritos) estão paralisadas sem previsão de retorno das aulas.

Várias manifestações de rua estão acontecendo todos os dias em todo o município, como as ocorridas nesta segunda e terça-feira, em Posto da Mata. Os trabalhadores estão decididos a manterem as manifestações todos os dias até que o poder público se sensibilize e sente com a categoria para negociarem todas as reivindicações.

Os Trabalhadores em Educação de Nova Viçosa querem fazer valer seus direitos, e para isso, é preciso o diálogo do executivo com a categoria, possibilitando dessa forma, uma saída para a situação. Os trabalhadores alegam estarem a mais de 03 (três) anos sem aumento salarial e, além disso, estão lutando pela redução da jornada de trabalho.

Professores de Nova viçosa 2“Nova Viçosa é o único município da região em que os professores trabalham 25 horas semanais. A redução desta carga horária, bem como, várias outras reivindicações tem sido a nossa luta. E a principal delas, é o respeito e a valorização merecida”, disse o Professor Pedro Cardoso, representante da APLB-Sindicato de Nova Viçosa.  Por: Edvaldo Alves/Liberdadenews