Corpos de vítimas de acidente de helicóptero na Argentina são resgatados

arthaud-muffat-vastineCinco corpos de vítimas de acidente com dois helicópteros na Argentina foram resgatados nesta terça-feira (10) na província de La Rioja. Eles foram transferidos para o necrotério da localidade. A tragédia deixou 10 mortos, sendo oito franceses.

“Até o momento, cinco corpos foram retirados [do local do acidente] e transferidos para La Rioja”, disse Roberto Ludeña, porta-voz do governo da província situada a 1.100 quilômetros ao norte de Buenos Aires. Os dois helicópteros colidiram durante a gravação de um reality show para a rede de televisão francesa TF1. Entre os participantes do programa, estavam os atletas Florence Arthaud, 57, a navegadora, Camille Muffat, 25, campeã olímpica de natação nas Olimpíadas de Londres e Alexis Vastine, 28, medalha de bronze em Pequim em 2008.

Uma investigação por homicídio culposo foi aberta nesta terça-feira em Paris e dois técnicos de aviação civil do BEA (Escritório de Investigação e Análise) foram enviados para a Argentina.

A filmagem de “Dropped” começou em fevereiro deste ano em Ushuaia, no sul da Argentina. O programa deveria ser exibido em julho deste ano. Os participantes eram transportados de helicópteros para locais selvagens, com os olhos vendados e apenas com água e um GPS. Eles tinham que encontrar comida e abrigo sem nenhuma ajuda externa.

Além das vítimas do acidente, o ex-nadador Alain Bernard, campeão olímpico em Pequim, o jogador de futebol Sylvain Wiltord, a ciclista Jeannie Longo e o patinador Philippe Candeloro também faziam parte do elenco do reality show.

 Reações à tragédia

O presidente francês, François Hollande, expressou toda sua tristeza com a tragédia. O primeiro-ministro, Manuel Valls, disse que a França está de luto e a dor é “imensa”.

O patinador Philippe Candeloro, que fazia parte do elenco, fez declarações hoje à rádio francesa RTL. Ele disse que não poderia dar declarações sobre o acidente para não atrapalhar as investigações. “No momento estamos presos no hotel”, disse o atleta que afirmou que um grupo de apoio psicológico foi instalado para ajudar os participantes do programa e a produção.