Comerciante é morto dentro de mercearia no Luís Eduardo

Além da violência, a ousadia parece não ter fim para pistoleiros que praticam seus crimes, muitos deles à luz do dia e quase sempre em bairros movimentados de Teixeira de Freitas.mercado

A mais nova vítima dessa violência, que em nível nacional já beira à guerra urbana, foi o pequeno comerciante Ademilson Silva Bernardo, de 46 anos, natural de Caravelas e executado com diversos disparos de arma de fogo (pistola 9mm), crime ocorrido na tarde desta quinta-feira, dia 30 de abril, no interior da mercearia da vítima, à rua rua Ibiraji, no bairro Luiz Eduardo Magalhães, região oeste de Teixeira de Freitas.

Com base em relatos de testemunhas o delegado Kleber Gonçalves, titular de Teixeira de Freitas e que está à frente das investigações do caso, informou que o comerciante estava sentado em um pequeno banco em frente ao seu estabelecimento comercial, quando os dois assassinos chegaram em uma moto, o carona desceu e começou a efetuar os disparos. No momento dos primeiros tiros, Adenilson ainda tentou fugir para o interior do seu mercadinho, mas acabou seguido pelo assassino, que terminou a execução ali mesmo. No total foram ouvidos pelo menos 12 disparos e próximo ao corpo os peritos Paulo Libório e Everton dos Anjos, do Departamento de Polícia Técnica de Teixeira de Freitas (DPT), recolheram cápsulas de pistola 9 milímetros.

No local, ninguém quis dar mais detalhes sobre o crime e até a manhã desta sexta-feira, dia 1º de maio, a polícia não chegou em nenhuma pista concreta que pudesse levá-la à identificação e autoria da execução. Por Ronildo Brito