Câmara restringe acesso ao público durante processo de impeachment

A Câmara dos Deputados vai restringir o acesso ao público entre os dias 11 a 21 de abril. As medidas adotadas alteram as formas de acesso às dependências da Casa e de credenciamento de imprensa, por exemplo.

Segundo a diretoria-geral, a decisão da Mesa Diretora da Câmara passa por questões relacionadas a segurança e proteção das pessoas e do patrimônio físico, histórico e cultural da instituição.

Entre os dias 14 e 21, a entrada na Casa será restrita a parlamentares, servidores, prestadores de serviços e credenciados.
Os servidores que quiserem entrar com bolsas, volumes e bagagens de mão deverão passar por inspeção de raio X entre os dias 11 e 13. E de 14 a 21, todos que forem à Câmara, inclusive servidores e imprensa, também deverão passar pelo detector de metais.
As medidas só não valem para os parlamentares que estão dispensados de passar pela inspeção e pelo detector.
O policiamento nas áreas externas do Congresso Nacional será feito pelas polícias legislativas da Câmara e do Senado, com apoio de tropas da Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.