Bacharel em direito é morto; ‘foi execução’, diz delegado

Um jovem de 24 anos, bacharel em direito, foi morto na tarde de sábado (18/10), na porta da casa onde morava em Teixeira de Freitas. A namorada do rapaz estava junto com ele, e não sofreu ferimentos.bacharel

De acordo com Cléber Gonçalves, delegado que investiga o caso, Tállice Bruno Camargo chegava à residência de carro quando um motoqueiro se aproximou e efetuou os disparos.

A namorada da vítima não foi atingida, mas, presenciou todo o crime. O jovem ainda chegou a ser socorrido por familiares para o Hospital Municipal de Teixeira de Freitas, porém, não resistiu aos ferimentos. “Ele e a namorada estavam chegando em casa. Ela saiu do carro para abrir o portão, aí o homem parou com a moto e atirou”, relata um familiar da vítima.

“Foi execução. Estamos trabalhando em cima disso. Nada dele foi levado. Mas, temos poucas informações, estamos ouvindo as pessoas”, explica o delegado.

O corpo do jovem, que faria 25 anos na segunda-feira (20/10), foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML) da cidade. O velório ocorreu na Iderp, no domingo (19/10), e foi enterrado à tarde. Fonte: G1/ Foto: TN