Bacharel em direito comete suicídio; corpo é encontrado em decomposição

Por volta do meio-dia deste sábado, 11 de janeiro, foi encontrado o corpo de Ricardo Santos da Silva, 27 anos, já em estado de decomposição, no interior de sua residência, na rua José Tomás da Silva, no bairro Residencial dos Pioneiros, em Teixeira de Freitas. Segundo informações, ele estava desaparecido desde a terça-feira, 7 de janeiro.suicidio

Ricardo foi encontrado com parte do corpo içado por uma corda, o que sugere que ele cometeu suicídio. Devido ao avançado estado de decomposição do corpo, acredita-se que a morte ocorreu há três dias. Uma equipe do Departamento de Polícia Técnica, liderada pelo perito criminal Marco Antônio Lima, esteve no local e recolheu objetos que podem ajudar na investigação, inclusive a corda usada no enforcamento.

Foi observada a presença de remédios, porém, nenhum deles causaria intoxicação, segundo os peritos. O delegado de plantão, Manoel Andreetta, recolheu dois computadores e um celular para investigar as motivações e possíveis causas do provável suicídio. De acordo com familiares, Ricardo era um rapaz alegre, bacharel em direito e exercia a profissão. Tinha uma vida tranquila, morava sozinho há algum tempo.

Ninguém soube informar sobre nada a respeito de sua vida que possa ter causado depressão ou tristeza momentânea a ponto de fazê-lo se matar. Também não há envolvimento de Ricardo com nada relacionado a drogas, nem ao crime.

Ricardo residia próximo à Igreja Pentecostal Assembleia de Deus Missão da Última Hora. Pessoas que estavam no local disseram que ele era homossexual, mas, não tinha problemas com isso. Após a perícia, o corpo foi removido ao IML para exames de necropsia antes de ser liberado aos familiares para sepultamento. Um inquérito policial foi instaurado.

Por Pauta Diária, com informações do Liberdadenews