Aula inaugural no Campus Paulo Freire celebra a UFSB em Teixeira

As aulas da Universidade Federal do Sul da Bahia (UFSB) em Teixeira de Freitas começaram na última segunda-feira, 8, mas, o sonho da universidade, do curso de medicina, do acesso do menos favorecido ao ensino superior, tudo isso só foi celebrado na solenidade da Aula Inaugural, nesta na sexta-feira, 12 de setembro, no Campus Paulo Freire.IMG_7441

A solenidade aberta ao público teve início por volta das 17 horas, com apresentações culturais. A aula inaugural ministrada pela professora, Malvina Tuttman, conselheira do Conselho Nacional da Educação, especialista em pedagogia, começou às 18 horas uma reunião sobre funcionamento do campus entre o reitor Naomar de Almeida Filho, estudantes, familiares e comunidade presente, encerrou a programação.

Para o prefeito João Bosco, o funcionamento da UFSB significa o renascimento do Extremo Sul, “a grandeza e importância de uma Universidade Federal é inestimável, e o modelo dessa universidade fará história no Brasil representando um marco na estrutura de ensino superior, e nós teixeirense temos a honra e muito orgulho de sediar esse novo empreendimento público”, comentou o prefeito.

Com a UFSB, mais de 200 estudantes, grande parte formada por teixeirenses e moradores do extremo sul baiano, terão a oportunidade de se tornar médicos ou estudar os demais cursos da área da saúde que serão ofertados em Teixeira de Freitas, em sua própria cidade ou próximo de suas famílias.

Sua reitoria será instalada na cidade de Itabuna, com o Campus Jorge Amado, com mais dois campi, em Teixeira de Freitas (Paulo Freire) e Porto Seguro (Sosígenes Costa). Em Teixeira, será atendido o núcleo de Saúde, entre os cursos está o de medicina e o Instituto de Humanidades, Artes e Ciências. Somente para medicina, 80 vagas já foram asseguradas.

A presença deste Campus em Teixeira de Freitas gera renda direta e impulso no comércio, bem como, cria condições de manter os jovens teixeirenses perto de suas famílias durante a formação acadêmica, o que melhora a qualidade de vida dos jovens e traz tranquilidade às famílias. Além destes ganhos, há uma série de benefícios intangíveis, como o crescimento da criticidade da comunidade, a melhoria nos serviços ofertados e o senso de politização e civilidade.

Nestes primeiros momentos, os estudantes estão sendo recebidos na praça Joana Angélica, bairro Monte Castelo, em um prédio de 8.879,00 m², fruto da assinatura do termo de permissão de uso pelo prefeito João Bosco durante o encerramento do 5º Seminário Pedagógico para a implantação e funcionamento da UFSB em agosto deste ano.

A universidade funcionará com três quadrimestres/ano e o ingresso será em bacharelados interdisciplinares e os Colégios Universitários receberão estudantes pelo Enem, porém, com edital próprio, ou seja, fora do Sistema Nacional. O grande objetivo destes Colégios é impulsionar a entrada de estudantes da região na universidade, proporcionando isonomia de condições para o ingresso.público

Caroline Bento, de Brasília, fará o curso de Artes e optou por ingressar no Campus Paulo Freire em Teixeira de Freitas através o Enem. A estudante conheceu a cidade teixeirense há pouco mais de 30 dias. “Quando fiquei sabendo da revolução educacional fiquei com mais vontade de permanecer aqui, mesmo sabendo da grande responsabilidade que é participar de um momento histórico. pela ideia principal de que a USFB seja a universidade de diversificação”, disse.

De acordo com o reitor Naomar de Almeida Filho, a UFSB está introduzindo um modelo eficiente de educação, capaz de trazer mais alunos para a universidade realizando uma discriminação positiva, com objetivo de potencializar a vinda de estudantes de localidades mais distantes para a educação superior através dos colegiados.

Ainda segundo Naomar a meta é que todos os municípios da região com mais de 20 mil habitantes tenham o Colégio Universitária para que o aluno curse o primeiro ano sem sair de sua cidade. “A inovação desse modelo é, na verdade, sua grande capacidade de inclusão social”, finalizou. Por Uinderlei Guimarães/ Sulbahianews, foto Ascom PMTF